Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Oráculo Por aquele cara de Delfos Ser supremo detentor de toda a sabedoria. Envie sua pergunta pelo inbox do Instagram ou para o e-mail bruno.vaiano@abril.com.br.

Quanto um tiro para o alto sobe antes de começar a cair?

Depende da arma e do cartucho: alguns projéteis sobem só 400 metros; outros, 3 km.

Por Carolina Fioratti Atualizado em 26 ago 2021, 10h08 - Publicado em 26 ago 2021, 09h24

Massa da bala, quantidade de pólvora, calibre da munição, aerodinâmica do projétil e muitas outras variáveis influenciam esse resultado. Uma empresa americana chamada Close Focus Research, especializada em testar armas, disponibiliza um gráfico com as altitudes máximas de modelos mais comuns.

Um cartucho de espingarda calibre 12 com bolinhas de chumbo de 2,5 milimetros alcança apenas 400 metros. Por outro lado, um cartucho .30-06 Springfield leva sua bala a mais de 3 km. Um .44 Magnum, usado em revólveres, sobe até 1,3 km antes de começar a cair.

Em qualquer caso, a bala vai atingir uma velocidade de, no mínimo, 250 km/h na queda, o suficiente para ferir gravemente quem estiver embaixo. 

Um dos primeiros a se interessar cientificamente por essa questão foi Julian Hatcher, um major-general do Exército dos EUA que relatou seus experimentos no livro Hatcher’s Notebook, publicado em 1947.

Hatcher, com auxílio de outros atiradores do exército, organizou uma série de experimentos em uma plataforma montada no meio de um lago próximo de Miami, na Flórida. Naquele local, eles atiraram balas para o alto e depois marcaram no cronômetro o momento de sua queda através do barulho do projétil batendo na água.

Para os testes, foram usados rifles com balas calibre .30. Os projéteis alcançaram em 18 segundos uma altitude de 2,7 quilômetros. Depois disso, retornaram à Terra dentro de um tempo de 31 segundos. As bala atingiram a velocidade de 91 m/s (ou 329 km/h) durante a queda. 

Pergunta de @quintaoheitor, via Instagram.

Continua após a publicidade
Publicidade