Clique e assine a partir de 5,90/mês

Moradores de rua são colocados à venda em site de compras coletivas

Por Débora Spitzcovsky - Atualizado em 21 dez 2016, 10h30 - Publicado em 24 ago 2011, 11h00

 
Imagem: Mário Rodrigues

Mendigo Urbano* é o nome do site e o objetivo é despertar a solidariedade coletiva. Como? A iniciativa, claramente inspirada no site de compras Peixe Urbano, convida os internautas a se unirem para “comprar” um morador de rua pela internet e, assim, ajudá-lo a melhorar de vida.

Funciona da seguinte maneira: os criadores do portal – os universitários brasileiros João Burzlaff Lopes e Bruno Stein – selecionam moradores de rua que gostariam de participar do projeto e colocam seu “passe” à venda no Mendigo Urbano, por R$ 250. Os internautas, então, podem comprar parte do passe – ou, até mesmo, todo ele – e quando a quantia estipulada pela oferta for alcançada, o morador de rua é “vendido”.

Antes de você se indignar, a gente explica: a compra, nesse caso, é fictícia e, obviamente, não significa que os internautas terão posse do morador de rua. Na verdade, os usuários do Mendigo Urbano financiarão a compra de um Kit Mendigo para o morador de rua “arrematado”, que dá direito a cesta básica, roupas e um corte de cabelo.

Por enquanto, quatro moradores de rua estão cadastrados no Mendigo Urbano – Seco, Santa, Maurício e Bira –, mas nenhum deles teve seu passe 100% vendido. No portal, é possível conhecer a história de cada um e, ainda, sugerir novos moradores de rua para participar da iniciativa: basta informar o nome do indicado, o lugar em que vive e por que merece fazer parte do Mendigo Urbano. Todas as propostas serão analisadas pelos criadores do site, que pretendem ajudar cada vez mais moradores de rua com o novo projeto.

E aí, o que você achou do Mendigo Urbano? É uma boa ideia ou não? Assista, abaixo, ao vídeo da iniciativa!

*Mendigo Urbano

Leia também:
Bicicloteca: bike itinerante doa livros a moradores de rua
 
Hortas em parques públicos para sem-tetos

Siga o Planeta Sustentável:

Continua após a publicidade
Publicidade