Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Não é privilégio dos humanos: papagaios também dão nome aos seus bebês

Por Débora Spitzcovsky Atualizado em 21 dez 2016, 10h24 - Publicado em 18 abr 2012, 10h00

Pesquisa realizada na Cornell University, nos EUA, revelou que os papagaios, assim como os seres humanos, têm o hábito de batizar seus filhotes com um som característico.

O nome – que, no caso, trata-se de um piado exclusivo – é dado aos pequenos, pelos pais biológicos, antes mesmo deles conseguirem emitir qualquer tipo de som. Então, quando estão mais crescidinhos, os filhotes começam a reproduzir o barulho – e, em alguns casos, fazer ajustes no nome escolhido pelos pais, quando há dificuldades de reproduzi-lo corretamente.

Segundo o estudo, liderado pelo cientista Karl Berg, os “nomes” têm um porquê: eles servem para garantir a organização social desses animais, que – assim como os golfinhos, que também tem um sistema de identificação característico – frequentemente mudam de bando. Com um som próprio que os identifique, fica mais fácil saber quem está aonde. Você sabia dessa?

Foto: Jerry Oldenette

Siga o Planeta Sustentável:

Continua após a publicidade
Publicidade