Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Se Conselho Fosse Bom Por Blog Coluna semanal de perguntas práticas, sentimentais e existenciais enviadas por leitores da SUPER. Por Karin Hueck

“Tenho 20 anos, sou virgem e não consigo conversar com mulheres. Socorro”

O que fazer quando qualquer conversa com o sexo oposto vira uma tortura?

Por Karin Hueck Atualizado em 15 mar 2018, 18h52 - Publicado em 13 mar 2018, 16h18

Tenho 20 anos e preciso muito de ajuda. Desde novo eu sempre tive um grande problema na minha vida: mulheres. Sempre fui um cara muito tímido, demorei muito para beijar pela primeira vez e até hoje sou virgem. A verdade é que sou muito enrolado e nunca desenvolvi a “arte da conquista”. Isso sempre me incomodou um pouco, mas hoje, se tornou um problema insuportável. Eu sou muito disciplinado, sempre fui um ótimo aluno no colégio e na faculdade, tenho um ótimo emprego que me remunera muito bem, adoro o curso que faço e tenho um corpo bem trabalhado na academia. As pessoas sempre elogiam minha aparência, mas meu fracasso na vida afetiva me fez ter baixíssima auto-estima. Nunca acho que as pessoas falam a verdade quando me elogiam, não tenho nenhuma segurança pra dar em cima de nenhuma menina e sou muito enrolado. Eu passo o dia inteiro pensando sobre relacionamentos e sexo e isso está me consumindo. Eu reconheço que tenho uma vida muito privilegiada, mas não tem sido o bastante para que eu me sinta feliz. Por mais que meus amigos me achem um cara confiante, bonito e relativamente bem sucedido, no fundo me sinto cronicamente triste e sozinho. Não sei exatamente o motivo de estar escrevendo isso, mas nunca falei sobre isso com absolutamente ninguém e como eu adoro ler o seu blog queria saber o que você tem para me dizer.
-Virgem
– Caro virgem
Como o bom aluno que você é, parece que você fez direitinho a lição de casa: estudou, cresceu na profissão, cuidou do corpo – só esqueceu de aproveitar um pouco a vida. Como você diz que os pensamentos sobre a sua vida afetiva estão te “consumindo”, acho que é uma boa hora para procurar uma terapia. Parece que a ansiedade está tomando um espaço muito grande no seu dia-a-dia, e é muito importante que você tenha um lugar para conversar sobre essas coisas abertamente. Ninguém precisa sofrer por isso. Como você diz que se enrola perto das mulheres, acho que você se daria bem em aplicativos de namoro: você vai ter todo o tempo do mundo para pensar em respostas antes de conversar de fato com alguém. Lembre-se que nem todas as pessoas que você conhecer serão um potencial amor da sua vida – e tudo bem. Mas olha, se te consola: recebo muitas cartas como as suas. O mundo está lotado de pessoas que se acham igualmente desajustadas – e que acabam se encontrando depois. Tenho certeza de que você será mais um.

Publicidade