Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Supernovas Por Bruno Vaiano

Cientistas descobrem por que algumas pessoas precisam de mais horas de sono que outras

Chega a ser irritante para os dorminhocos: existem pessoas que, com apenas cinco ou seis horas de sono, já acordam com toda a energia que precisam. Por outro lado, outros estão pregados depois de nove horas. O que justifica essa injustiça? Segundo um estudo realizado por pesquisadores da Academia Americana de Medicina do Sono (AASM) […]

Por Lucas Baptista Atualizado em 21 dez 2016, 09h08 - Publicado em 4 ago 2014, 21h49

xêmios

Chega a ser irritante para os dorminhocos: existem pessoas que, com apenas cinco ou seis horas de sono, já acordam com toda a energia que precisam. Por outro lado, outros estão pregados depois de nove horas. O que justifica essa injustiça? Segundo um estudo realizado por pesquisadores da Academia Americana de Medicina do Sono (AASM) os culpados, mais uma vez, são os genes.

 

Continua após a publicidade

Os cientistas monitoraram os momentos de sono e de vigília de 100 pares de gêmeos, (59 pares idênticos e 41 não) para ver os efeitos da privação do sono depois de uma noite em claro. Todos ficaram 36 horas sem dormir. De duas em duas horas, uma série de testes avaliou o desempenho físico e psicológico deles.

 

Continua após a publicidade

O resultado mostrou que a principal diferença entre os tipos de dormidores não está no ambiente e nem na quantidade de estresse do dia-a-dia, mas sim no DNA. Os cientistas já sabiam que um gene específico – com o código BHLHE41 – estava associado a dormir menos. Mas descobriram que o fator determinante é uma variante específica dele, a “p.Tyr362His”. Se o seu genoma tiver essa variante, você vai ser daquelas pessoas que acordam felizes e dispostas depois de apenas cinco horas de sono. Já os gêmeos que não tinham precisavam de, em média, uma hora e cinco minutos a mais para ter esse mesmo desempenho.

 

Continua após a publicidade

“Este estudo enfatiza que a nossa necessidade de sono é biológica, e não uma preferência pessoal”, diz Timothy Morgenthaler, Presidente da AASM. “A maioria dos adultos precisa de pelo menos sete horas de sono a cada noite para ter uma boa saúde, produtividade e agilidade durante o dia.”

 

Continua após a publicidade

Ou seja, se você tiver esse variante, quaisquer horinhas de sono resolvem o problema. Para os demais, vão aquelas recomendações manjadas para se ter um bom sono: faça exercícios, alimente-se de forma saudável, durma a quantidade de horas certa, entre outras.

Via: yahoo.com

Continua após a publicidade
Publicidade