GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Dica TdF – O Quinto Beatle

Eduardo

quintobeatle

Uma obra de arte – seria o que eu diria se me pedissem para resumir O Quinto Beatle (Editora Aleph, 168 págs., R$ 59,90) em poucas palavras. Roteirizada por Vivek J. Tiwary e ilustrada por Andrew C. Robinson e Kyle Baker, a graphic novel conta a história de Brian Epstein, empresário e responsável pelo sucesso da banda The Beatles, mostrando sua relação com o grupo e seus problemas pessoais.

Essa história todo mundo deve conhecer. O dono de uma loja de discos famosa foi até um show em um porão, em Liverpool, e conheceu uma banda de quatro garotos no início dos anos 60. Nessa visita, enxergou o potencial do grupo e decidiu empresariá-lo. E foi sua visão por trás do pano que tornou os Beatles uma das maiores bandas pop do mundo. Mas são poucos os que sabem sobre a história pessoal desse cara, e é exatamente isso a que somos apresentados.

A graphic novel começa com o protagonista sofrendo um ataque homofóbico, o que já apresenta um dos pontos-chaves: a orientação sexual de Brian. Além da relação entre o empresário e o grupo, a história também é contada de um ponto de vista mais íntimo, mostrando as dificuldades enfrentadas por ele devido à repressão aos homossexuais na Inglaterra dos anos 60.

Logo depois, vemos como ele é apresentado aos Beatles em uma casa de shows pouco frequentada e como ele vislumbra um futuro naqueles jovens sonhadores, tocando em cima do palco. A partir daí, acompanhamos toda a trajetória da banda.

quintobeatle2

Com ilustrações dignas de aparecer em museu, as formas dinâmicas com que os ilustradores contam a história deixam essa HQ com qualidade cinematográfica. O jeito com que utilizam as cores e os variados estilos são capazes de impressionar. Há inserções de trechos das canções dos Beatles e muitas metáforas ilustradas que envolvem uma das paixões de Brian, as touradas. Muito da experiência da leitura é apreciar as mensagens das imagens.

O único ponto que deixa a narrativa um pouco confusa é a forma com que alguns personagens são apresentados – muito rapidamente e sem aprofundamento, o que acaba prejudicando a história. Além disso, a obra passa rápido demais por alguns pontos importantes da vida de Brian e da própria banda, como a introdução de Ringo Starr no grupo.

O Quinto Beatle é uma obra que todos os fãs da banda deveriam ler. Tanto a arte quanto o roteiro são de ótima qualidade. É muito interessante ver a história do homem que viu sucesso em um grupo de garagem e que levou sua música para o top do pop!

nota4

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s