Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Turma do Fundão Por Blog Grupo de leitores-colaboradores da ME que ajuda a revista sugerindo pautas e alimentando este blog cultural

Semana de Halloween – 5 filmes de terror baseados em fatos reais

Por turma-do-fundao Atualizado em 4 jul 2018, 20h33 - Publicado em 1 nov 2013, 12h04

EduardoBritto_halloween

Muitos filmes de terror têm uma origem bem mais bizarra do que se imagina: a vida real. Fantasmas, possessões, assassinatos e exorcismos serviram de inspiração para roteiristas de Hollywood criarem alguns dos longas mais aterrorizantes de todos os tempos.

Conheça cinco casos inacreditáveis que geraram filmes de terror inesquecíveis.

5. Chucky, o Boneco Assassino (Child’s Play, 1988)

chucky

O Filme: Charles Lee Ray, um famoso estrangulador, é perseguido pela polícia e acaba entrando em uma loja de brinquedos, mas é fatalmente atingido no coração por um policial. Antes de morrer, Charles realiza um ritual vodu e transfere sua alma para um boneco, o Chucky da linha Good Guys. Um mendigo encontra o brinquedo e o vende para uma mulher que dá Chucky de presente para seu filho Andy. Charles descobre que, para ressuscitar, precisa transferir sua alma para o garoto presenteado, Andy Barclay, ou ficará aprisionado no boneco para todo o sempre.

A Realidade: Uma enfermeira conhecedora de magia negra resolveu vingar-se de seus patrões. Ela amaldiçoou um boneco, que tinha 1 m de altura, e entregou-o para o filho deles, Gene. O garoto nomeou-o de “Robert”.

Coisas inacreditáveis começaram a acontecer: os pais ouviam Robert responder a Gene. Além disso, o garoto tinha pesadelos constantes e acordava desesperado – quando seus pais corriam em seu socorro, encontravam o quarto bagunçado e o boneco encostado aos pés da cama. O garoto gritava: “Foi o Robert!”.

O boneco foi trancado por muito tempo, mas, anos depois da morte de seus pais, Gene resolveu tirá-lo do sótão e ficou com ele. Após sua morte, a filha dos novos proprietários encontrou Robert e ele a perturbou por muito tempo. Atualmente, Robert está trancado no Key West Martello Museum, nos EUA.

4. Evocando Espíritos (The Haunting In Connecticut, 2009)

evocandoespiritos

O Filme: Quando Matt é diagnosticado com câncer, sua família muda-se para um local mais próximo da clínica de tratamento do garoto. Aos poucos, o jovem apresenta sintomas diferentes do normal e uma mudança comportamental. Quando os pais do garoto pesquisam o histórico da casa, descobrem que o local fora um centro de pesquisa e de contato com espíritos.

A Realidade: A família Parker se mudou para Connecticut para estar mais próxima do local de tratamento de Paul, que estava com câncer. Paul dormia no porão, onde a família encontrou objetos utilizados para embalsamento. Após essa descoberta, todos os habitantes da casa passaram a relatar fenômenos impressionantes como vozes, vultos e a possessão do garoto. Ele atacou seus familiares e precisou passar por um exorcismo. Após isso, a casa foi “limpa” e o jovem foi curado do câncer, de acordo com sua família.

Continua após a publicidade

3. Horror em Amityville (The Amityville Horror, 1979)

amityville

O Filme: George e Kathy mudam-se para uma casa onde ocorreu um assassinato brutal. A família começa a notar acontecimentos curiosos e também estranhos, como cheiros e barulhos bizarros. Logo notam que existe uma presença terrível e oculta na casa. 28 dias após sua chegada, a família sai da casa. Fogem de uma morte certa nas mãos dos hóspedes indesejados que ainda lá vivem.

A Realidade: Os Warren trataram desse caso, que é um de seus mais famosos. Tudo começou em 1974, quando a família Defeo foi brutalmente exterminada durante o sono. O assassino foi Ronald, filho de duas vítimas e irmão de outras quatro. Ele admitiu ser influenciado a cometer a chacina por entidades sobrenaturais. A casa fora construída sobre um cemitério indígena (seria bem clichê, se não fosse realidade!). Assim como na obra fictícia, a família ficou apenas 28 dias na casa, pois objetos moviam-se e vozes sussurravam. Em 2010, a casa foi vendida por US$ 950 mil.

2. Invocação do Mal (The Conjuring, 2013)

invocacaodomal

O Filme: A família Perron (Carolyn, seu marido Roger e suas cinco filhas) mudam-se para uma nova casa. Eles começam a notar acontecimentos sinistros e sobrenaturais que aterrorizam as crianças. Depois de ser atacada, Carolyn pede ajuda a um casal de demonologistas e investigadores paranormais, Ed e Lorraine Warren.

A Realidade: Os nomes são idênticos aos do filme e o espírito que os assola é o mesmo, mas as semelhanças param por aí. Na realidade, os Warren falharam na missão de expulsar o espírito vingativo e a família continuou na casa por muitos anos. Além disso, os Perron conviviam com muitos espíritos – alguns eram amigáveis, como é mostrado no filme.

1. O Exorcista (The Exorcist, 1973)

oexorcista

O Filme: Chris MacNeil é uma famosa atriz que nota mudanças comportamentais em sua filha Regan: a garota torna-se violenta e sua voz engrossa bastante, além de dizer obscenidades. Chris acredita que a garota está mudando devido à puberdade, mas a garota está, na realidade, tomada por um demônio monstruoso que quer destruí-la.

A Realidade: A história real aconteceu com um garoto, Robbie, conhecido pelos pseudônimos Robbie Mannheim e Roland Doe. Um de seus hobbies era brincar com uma tábua Ouija, usada para falar com os mortos. Após a morte de uma tia de quem ele era próximo, fatos estranhos começaram a ocorrer: móveis moviam-se sozinhos e Robbie tinha constantes pesadelos.

Os familiares de Robbie conheceram O’ Boyle, um cardeal que acreditava que tudo que ocorria era devido a um demônio. Um exorcismo foi providenciado, mas o demônio continuou com Robbie.

O garoto influenciou a família e eles mudaram-se para Saint Louis. Na nova cidade, um padre mostrou-se capaz de realizar o batismo de Robbie, contatando o Arcanjo Miguel e exorcizando o garoto, que ainda ficou quatro dias em coma.

Continua após a publicidade
Publicidade