Clique e assine a partir de 8,90/mês

Ainda bem que olhamos para cima

Por Da Redação - Atualizado em 31 out 2016, 18h51 - Publicado em 31 ago 2000, 22h00

Denis Russo Burgierman

Se o ser humano não fosse capaz de virar o pescoço para cima, jamais teria criado as ciências e as religiões. Foi olhando o céu que reparamos nas regularidades e nas irregularidades do Universo. Com imagens espetaculares e um texto cheio de curiosidades, O Céu, Mistério, Magia e Mito (Objetiva) narra a aventura do começo. O astrônomo Jean-Pierre Verdet explica os mitos ligados aos astros, conta a história dos calendários e dos horóscopos e fala do velho medo de que algo despenque sobre nossas cabeças.

Publicidade