GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Arqueólogos encontram migalhas do pão mais antigo do mundo

Casquinhas queimadas de 14 mil anos extraídas de uma fogueira na Jordânia indicam que nossa espécie já conhecia a receita antes da invenção da agricultura

Duas fogueiras encontradas em 2012 em um sítio arqueológico no nordeste da Jordânia contém migalhas de um pão assado há 14 mil anos — 3,5 mil anos antes da invenção da agricultura. Essa é a primeira evidência de que o Homo sapiens já dominava a receita quando começou a domesticar e produzir grãos como o trigo em larga escala. 

De acordo com o artigo científico, foram coletadas 642 migalhas entre 2012 e 2015, das quais 24 já foram analisadas em laboratório e identificadas como pão. Elas estão todas carbonizadas, como as casquinhas queimadas que caem no fundo da torradeira quando o pão branco pula para fora.

“O pão sempre foi visto como um produto de sociedades sedentárias que praticavam a agricultura, mas as evidências na Jordânia são quase 3 mil anos mais antigas que o início do cultivo de plantas”, afirmou ao The Guardian Tobias Richter, da Universidade de Copenhagen, um dos responsáveis pelo estudo. “O pão já era feito pelos caçadores-coletores antes deles começarem a plantar.”

Tudo indica que a farinha era peneirada. O pão resultante era achatado e, provavelmente, assado na superfície de uma pedra quente ou na direto nas cinzas em brasa. 

As migalhas estavam acompanhadas de outros vestígios orgânicos — provavelmente os ingredientes usados para preparar a massa. Foram identificados, em torno das fogueiras, traços de farro (um cereal similar ao trigo), aveia, cevada e até de um tubérculo típico da região (Bolboschoenus glaucus), cujo nome não tem tradução em português. É um cardápio notavelmente variado para a época.

A cultura natufiana, que prosperou na região do Levante (Líbia, Síria, Jordânia etc.) entre 12,5 mil e 9,5 mil a.C., foi uma das principais responsáveis pela transição entre o estilo de vida nômade e o sedentário no Oriente Médio. 

Embora eles dependessem largamente da caça e coleta, conseguiram fundar uma das cidades mais antigas do mundo: Jericó, hoje localizada em território palestino. Na foto que abre a nota, percebe-se o grau de sofisticação da estrutura de pedra montada em torno da fogueira.

Coletar cereais diretamente da natureza, antes da agricultura, não era uma tarefa fácil. Por isso os pesquisadores acreditam que o pão, entre os natufianos, era reservado para ocasiões especiais e rituais religiosos.