GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

As árvores também poluem

Plantas liberam substância que se mistura à fumaça dos carros e resulta em gás tóxico

Gisela Blanco

Plantar árvores é uma ótima solução para diminuir a poluição do ar nas grandes cidades, certo? Cientistas americanos descobriram que certas espécies podem ter o efeito contrário: liberam um composto que estimula a formação de ozônio – o mesmo gás que, a 10 mil quilômetros de altura, protege a Terra contra os raios ultravioleta, mas é tóxico se inalado diretamente (pode causar câncer e doenças pulmonares). “As pessoas não fazem ideia de como as árvores podem contribuir para a formação de ozônio”, afirma o biólogo Mark Potosnak, doutor em ciências ambientais pela Universidade Columbia. Elas produzem uma substância, chamada terpeno, que é uma espécie de inseticida natural. Só que, quando entra em contato com o óxido de nitrogênio liberado pelos carros, o terpeno vira ozônio. Muito ozônio: nas medições feitas por Potosnak, a concentração desse gás no ar dos EUA chegou a 107 partes por bilhão – 30% acima do nível considerado seguro. E as zonas urbanas mais arborizadas, como parques, foram justamente as piores. Abaixo as árvores então? Potosnak propõe uma solução mais inteligente: “Em cidades grandes e cheias de carros, talvez devêssemos escolher com mais atenção as espécies que serão plantadas” (veja exemplos abaixo).

Fábricas de poluição

Quanto gás as árvores produzem*

Pouco – Bordô – 3,2

Médio – Pinheiro – 17,5

Bastante – Plmeira – 201,8