Clique e Assine por apenas 8,90/mês

Atlântico Sul: Excesso de magnetismo

Pesquisadores descobriram que o campo magnético da Terra é sensivelmente mais forte no Atlântico Sul do que em qualquer outra região do planeta.

Por Da Redação - Atualizado em 31 out 2016, 18h50 - Publicado em 31 mar 1993, 22h00

Não se sabe por que, o campo magnético da Terra é sensivelmente mais forte no Atlântico Sul do que em qualquer outra região do planeta. Essa anomalia, curiosa por si mesma, pode se revelar prejudicial aos astronautas estacionados por longo tempo acima dela, no espaço. E o que pensam especialistas franceses e russos, empenhados justamente em melhorar a segurança dos veículos orbitais.

Eles descobriram o magnetismo extra estudando os raios cósmicos, partículas subatômicas que afluem para a Terra de todos os pontos do céu: sobre o Atlântico Sul, esses raios são cinco ou seis vezes mais intensos que o normal. As medidas, feitas a bordo da estação espacial Mir, da ex-União Soviética, confirmaram suspeitas que vinham desde 1988. Resta saber o que significa tal distorção na força que norteia a agulha das bússolas.

Publicidade