GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Avião :mansão voadora

Entre no avião particular de US$ 475 milhões

Texto Alexandre Versignassi

Depois das passagens aéreas de baixo custo, viajar de avião deixou de ser algo glamoroso. Mas os mais ricos, que não são bestas, deram um jeito de se distinguir da patuléia: nunca compraram tantos aviões particulares – antes quase exclusividade dos hiper-ricos. As vendas desses jatinhos chegaram a US$ 13 bilhões em 2005, contra US$ 3,3 bilhões em 1995. Só que os hiper-ricos, como os únicos 62 cidadãos com mais de US$ 10 bilhões no bolso, reagiram para se manter diferentes: Sergey Brin e Larry Page, os fundadores do Google e membros do clube dos decabilionários, compraram um Boeing 767 e montaram uma danceteria lá dentro. Agora um magnata que não quer se identificar vai fazer a mesma coisa, mas com um Airbus A380, o maior e mais caro avião da história. A encomenda deve chegar em 2013, mas um escritório de design de Nova York já está tocando a decoração. E a Super usou o que eles já adiantaram para montar este raio X.

Plumas e paetês

Só o interior custa mais do que 30 coberturas

RECEPÇÃO

O A380 original, que só começa a ser entregue para as companhias no ano que vem, acomoda 853 passageiros. Este aqui vai ser bem mais arejado: no lugar onde ficaria a 1a classe, vai uma salinha de recepção, com bar e acesso aos dois andares.

HIDROMASSAGEM

Colocar uma banheira no céu é mais difícil do que parece. Para evitar que a água inunde tudo se acontecer um imprevisto, esta Jacuzzi vai ter um sistema de drenagem capaz de esvaziá-la em segundos para um tanque no 1o andar.

SUÍTE MASTER

São 55 m2 só de quarto. Mas não só o tamanho é documento aqui: a cama (king-size, claro) tem “suspensão ativa”. Sim, ela vem com um jogo de amortecedores eletrônicos que a ajustam o tempo todo – não deixa a turbulência atrapalhar o sono (nem a perfomance sexual) do dono.

TENDA ÁRABE

É aqui que o bilionário incógnito vai se sentir em casa: uma salinha forrada de tapetes persas, cheia de almofadas para sentar no chão e esticar as pernas. Se o sujeito não for um magnata do Oriente Médio, deve ser alguém que gosta muito de esfiha!

SALAS DE ESTAR

Com 900 m2, o avião tem tantas salas quanto um apartamento de alto padrão. Mas o preço delas é outra história. Só a decoração vai custar o equivalente a 30 coberturas do mesmo tamanho: US$ 150 milhões. O Airbus sai por US$ 325 milhões. E ainda vão US$ 24 000 por hora de vôo, entre combustível, salários da tripulação e taxas de aeroporto.

SALÃO DE JANTAR

Se você sentar aqui um dia, nunca mais vai engolir aquelas bandejas retráteis. É o maior cômodo do avião, com espaço para 14 gourmets se refestelarem. O problema é a comida: para manter a segurança, não dá para ter um fogão na aeronave. Então o jeito é esquentar no microondas mesmo.

NA GERAL

O 2o andar é a parte família do avião, com os aposentos e escritórios do dono mais uma salinha de jantar para 8 pessoas. O 1o, mais aberto, é para os convidados fazerem a festa. Mas nem todos: os menos vips ficam aqui atrás, “espremidos” em assentos de classe executiva.