Clique e Assine por apenas 6,90/mês

Ciência é poesia

Por Da Redação - Atualizado em 31 out 2016, 18h49 - Publicado em 31 out 2000, 22h00

Rodrigo Cavalcante

Esqueça o que você ouviu sobre a ciência ser uma descrição fria do mundo. Em Desvendando o Arco-Íris (Companhia das Letras), o grande físico Richard Dawkins mostra que essa imagem é fruto da má prosa científica – o título refere-se a um poema de John Keats, para quem Newton destruiu o encanto do arco-íris ao decompô-lo no prisma. Dawkins segue os passos de Carl Sagan, que combatia a idéia de que a ciência é menos fascinante do que o misticismo. Só que o texto de Sagan é mais envolvente…

Publicidade