Clique e assine a partir de 8,90/mês

Efeitos da vitamina D no organismo

A vitamina D está envolvida em vários processos essenciais para o funcionamento do corpo

Por Daniel Cunha, com edição de Felipe van Deursen, Carol Castro e Bruno Garattoni - Atualizado em 1 ago 2019, 19h58 - Publicado em 6 dez 2015, 16h45

VITAMINA D
Parte 1 | Parte 2 | Parte 3 | Parte 4

Nos ossos

Resistência. A vitamina D é usada como matéria-prima pelos osteoblastos e osteoclastos, que fabricam o tecido ósseo e eliminam partes danificadas. sem ela, os ossos ficam quebradiços ou malformados.

No coração

Limpeza. A vitamina D aparentemente aumenta a produção de renina plasmática, substância química ligada ao controle da hipertensão arterial  (e, consequentemente,  às doenças cardíacas).

No cérebro

Atividade. Neurônios de certas regiões, como o hipocampo e o córtex cingulado, supostamente usam a vitamina d para produzir proteínas. Há estudos que relacionam a falta dela com Alzheimer, autismo e depressão.

No sistema imunológico

Controle. A vitamina D parece fazer efeito sobre algumas doenças autoimunes, como esclerose e asma. nesse tipo de doença, o sistema imunológico fica hiperativo – e ataca as células do próprio organismo.

Continua após a publicidade

No câncer

Proteção. Há pesquisas que relacionam altos níveis de vitamina D com menor incidência de câncer, e um estudo mostrando o efeito dela sobre células tumorais.

 

Publicidade