GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Elas estão dominando o mundo

Detectadas há pouco mais de uma década nos Estados Unidos, as formigas argentinas da espécie Linepithema humile já se espalharam pelos países do Mediterrâneo

Elas estão dominando o mundo. Detectadas há pouco mais de uma década nos Estados Unidos, as formigas argentinas da espécie Linepithema humile já se espalharam pelos países do Mediterrâneo. Implacáveis, as invasoras expulsam as formigas nativas e controlam vastos territórios. Para isso, utilizam-se de uma estratégia imperialista de fazer inveja ao mais hábil general romano. Ao chegar a um território novo – geralmente por acidente, no porão de um navio – as argentinas esquecem as divergências internas entre as colônias e tornam-se irmãs armadas. Enquanto na sua terra natal os clãs de insetos costumam brigar o tempo todo, no exterior eles formam verdadeiras megacolônias, que podem ser mobilizadas a qualquer momento na disputa por comida. “Os animais não se atacam mutuamente porque são todos parentes próximos, descendentes dos primeiros colonizadores”, disse o ecólogo Neil Tsutsui, da Universidade de San Diego, que publicou um estudo sobre o imperialismo das argentinas. Mas a longo prazo a estratégia está fadada a fracassar. Sem diferenciação de parentesco a megacolônia pára de evoluir, correndo o risco de se degenerar.