GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Eram os deuses meteorologistas?

É um fenômeno climático das águas do Pacífico. Sandweiss associa vestígios arqueológicos com mudanças climáticas gravados em fosséis, acreditando que este provocou chuvas e fertilizou as terras.

Roberto Navarro

O El Niño – fenômeno climático provocado pelo aquecimento das águas do Pacífico – recebeu este nome em referência ao nascimento de Jesus, porque ocorre perto do Natal. Agora, um arqueólogo americano conseguiu provar que suas tempestades já interferiam decisivamente na vida dos sul-americanos milênios antes de Cristo nascer. Daniel Sandweiss, da Universidade de Maine, Estados Unidos, demonstrou que o surgimento da sofisticada civilização que habitou o Peru entre 5 800 e 2 800 anos atrás coincidiu com o início do El Niño. Sandweiss, cuja especialidade é associar vestígios arqueológicos com registros de mudanças climáticas gravados em fósseis, acredita que o fenômeno provocou chuvas e fertilizou as terras da região, possibilitando a agricultura.

Mas as mesmas chuvas que permitiram o surgimento da avançada civilização que fazia templos maravilhosos antes de os egípcios sonharem em erguer pirâmides parecem tê-la levado à decadência 3 000 anos depois. Ao examinar restos de moluscos marinhos, Sandweiss concluiu que tempestades provocadas pelo El Niño começaram a acontecer na mesma época em que os templos foram abandonados. Sandweiss acha que grandes enchentes transformaram em ruínas aquelas complexas cidades.