Clique e Assine por apenas 8,90/mês

Erupção vulcânica pode salvar a Grande Barreira de Corais

Fenômeno que ocorreu no fundo do mar criou uma rocha gigante que está carregando vida até a Austrália.

Por Ingrid Luisa - Atualizado em 30 set 2019, 20h13 - Publicado em 21 set 2019, 20h09

No início de agosto, um vulcão subaquático próximo ao reino de Tonga, na Polinésia, entrou em erupção depois de passar 18 anos adormecido. Ninguém deu muita bola, até que  um enorme aglomerado de pedra-pomes (que é um tipo de rocha magmática) apareceu no oceano, boiando com a corrente. Quem pode ter ganhado a sorte grande com isso é a Grande Barreira de Corais Australiana.

Por lá, o embranquecimento de corais é um problema sério: o aumento da temperatura nos oceanos fez com que muitas das algas que alimentam os corais morressem. Sem nutrientes, eles perdem as cores e ficam em um estado zumbi, meio mortos, meio vivos.

A pedra-pomes gigante, que mede 150 quilômetros quadrados de superfície (8 mil campos de futebol!), pode levar de carona bilhões de organismos marinhos, entre eles, corais saudáveis que podem ajudar a repopular a Grande Barreira. A rocha chega à Austrália dentro de 8 a 12 meses. Ingrid Luisa

Publicidade