GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Espermatozóides sem cauda podem gerar bebê

Dá pra ter filhos sem ter espermatozóide?

Já dá, por incrível que pareça. Os franceses criaram, em 1995, um técnica de fecundação in vitro que usa a espermátide, uma célula sexual masculina ainda imatura, sem rabo. Essa técnica é usada para homens que não têm espermatozóides no líquido seminal. As espermátides, que ficam guardadas dentro do saco escrotal, são aspiradas de lá por um tipo de seringa. Enquanto isso, um óvulo é retirado da mulher. A espermátide é injetada, com uma agulha, dentro do óvulo, pois sem o rabo não conseguiria chegar lá por conta própria. “Depois de dois ou três dias, o embrião é colocado no útero da mãe”, explica o ginecologista Eduardo Motta, da Universidade Federal de São Paulo. Como ainda é uma técnica muito nova, não existem números que indiquem qual é seu grau de eficiência. “Estou certo de que, no mundo todo, o número de bebês nascidos por esse método de fertilização não chega a 100”, diz Motta.