Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Estes cachorros “geniais” aprenderam o nome de até cem brinquedos

Uma nova pesquisa da Hungria descobriu pets com bastante talento para decorar nomes de objetos – um deles, inclusive, é brasileiro. Confira.

Por Luisa Costa Atualizado em 6 out 2021, 19h30 - Publicado em 6 out 2021, 19h29

O seu cachorro de estimação provavelmente identifica imediatamente (e com bastante alegria) a palavra “passear”. Talvez ele também conheça alguns comandos, como “sentar” ou “deitar” – mas talvez seja mais distraído quanto aos nomes de objetos do dia a dia, como os de seus brinquedos. Isso é comum entre os cães: de algum modo, eles têm maior facilidade com palavras associadas a ações.

Mas existem alguns cachorros excepcionalmente talentosos com palavras. Em um novo estudo, pesquisadores descobriram cães que podem aprender até 12 novos nomes de brinquedos em uma semana – e lembrar das palavras por pelo menos dois meses.

Os animais apresentaram suas habilidades ao Genius Dog Challenge (“desafio do cachorro gênio”, em inglês), realizado por pesquisadores da Hungria e que reúne aqueles que seriam os cães mais espertos do mundo. O desafio consiste em uma série de experimentos transmitidos ao vivo em redes sociais, nos quais os pets mostram suas habilidades, e faz parte de um projeto maior de pesquisa sobre aprendizagem e processamento de línguas em cachorros.

  • Os pesquisadores passaram mais de dois anos coletando dados ao redor do mundo, analisando o comportamento dos animais de estimação e seus donos – tudo graças a um método que surgiu em meio às restrições da pandemia.“Assim que percebemos que poderíamos analisar os cães remotamente, decidimos levar o experimento às casas de pessoas em todo o mundo, transmitindo os testes ao vivo no YouTube”, disse em comunicado a pesquisadora Shany Dror.

    Os cachorros talentosos da pesquisa são Gaia (Brasil), Max (Hungria), Nalani (Holanda), Rico (Espanha), Squall (Estados Unidos) e Whiskey (Noruega). Eles têm idades entre dois e seis anos, e conhecem o nome de 30 a 100 brinquedos. Todos pertencem à raça border collie.

    Continua após a publicidade

    Em uma pesquisa anterior, os cientistas descobriram que os cães podiam aprender um novo nome de brinquedo depois de ouvi-lo apenas quatro vezes. Mas, nessas condições, eles não lembravam das palavras após muito tempo.

    No último estudo, a equipe desafiou os cuidadores dos cães a ensiná-los, primeiro, seis nomes de brinquedos em uma semana; depois, doze. Essa não foi uma tarefa muito difícil para eles: todos aprenderam nomes de 10 a 12 novos brinquedos. Os pesquisadores testaram os animais depois de um e dois meses – os bichinhos ainda se lembravam das palavras.

    Tem a ver com a raça?

    Os border collies surgiram originalmente para o pastoreio de gado. Os indivíduos dessa raça são considerados bastante inteligentes, e a maioria é muito sensível e responsiva ao comportamento dos donos. Mas, segundo Shany, a capacidade de aprender nomes de objetos também é incomum entre eles – e não é exclusiva. Os pesquisadores já encontraram outros cães talentosos na tarefa, como pastor alemão, pequinês e cães de raças mistas.

    Os pesquisadores afirmam que, ao estudar esses cães, é possível não só compreendê-los, mas também nos entender melhor. “Com esses cães talentosos, temos uma oportunidade única de estudar como outra espécie entende a linguagem humana e como o aprendizado de palavras influencia a maneira como pensamos sobre o mundo”, afirma Adam Miklósi, um dos autores do estudo.

    Continua após a publicidade
    Publicidade