GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Estrela brilhante do Jurássico

O esqueleto foi achado em 1994, no Estado de Montana, por um jovem de 14 anos, Wes Linster, que o batizou em homenagem ao personagem de Disney, Bambi

Mesmo entre os dinossauros, aparecem superastros que eletrizam a atenção do público. Nos Estados Unidos, a celebridade do momento é o esqueleto petrificado do Bambiraptor feinbergi, de apenas 1 metro de comprimento e 75 milhões de anos de idade. Há dois meses, ele roubou o show ao ser exposto pela primeira vez em Dania Beach, Flórida, pelo Museu Graves de Arqueologia e História Natural. De lá para cá, sua foto tornou-se imagem obrigatória em revistas e estações de televisão. O esqueleto foi achado em 1994, no Estado de Montana, por um jovem de 14 anos, Wes Linster, que o batizou em homenagem ao personagem de Disney, Bambi. Mas ele não tem só charme, diz John Ostrom, paleontólogo americano, da Universidade da Califórnia. “Por estar perfeitamente preservado, ele é o mais importante fóssil da América do Norte.”