Clique e Assine SUPER por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Estudo revela se gatos estão brigando ou só brincando

Dependendo do padrão de comportamento observado, uma luta pode ser apenas diversão. Ou pode ser caso de separar os felinos.

Por Alexandre Carvalho
Atualizado em 30 jan 2023, 18h38 - Publicado em 30 jan 2023, 18h26

Quem tem mais de um gato sabe o que é essa confusão. Entender o que dois gatos estão fazendo quando interagem não é fácil. Devemos separar porque é briga? Ou eles estão só se divertindo? 

Agora um estudo da Universidade de Medicina Veterinária e Farmácia de Košice, na Eslováquia, promete ajudar os donos a identificar a natureza dessa interação. 

Os pesquisadores examinaram o comportamento de 210 gatos domésticos interagindo. Tudo gravado em 105 vídeos do YouTube. Com esse conteúdo em mãos, eles produziram categorias comportamentais: luta, perseguição, vocalizações e posturas imóveis, como agachar-se. 

Continua após a publicidade

Analisando a frequência e a duração dessas categorias em cada um dos gatos, os estudiosos chegaram a três grupos de interações: lúdica, combativa ou intermediária. 

“Quando os gatos são jovens e quando estão lutando sem vocalizar, é mais provável que estejam brincando”, escreve a equipe. Mas quando há pausas inativas prolongadas, vocalizações e perseguições, os felinos podem estar no meio de uma briga.

O comportamento intermediário, escrevem os autores, foi associado à interatividade prolongada e incluiu características associadas a interações lúdicas, como deitar de barriga para cima, bem como comportamentos agressivos, como arquear as costas e recuar.

Continua após a publicidade

Segundo Noema Gajdoš‑Kmecová, principal autora do estudo, até mesmo as lutas podem acontecer em um contexto positivo ou negativo (assim como humanos às vezes “brincam de lutar”). Por isso é importante observar o padrão geral de comportamentos. Se a luta envolver  garras e uivos, a coisa é séria. 

Gajdoš‑Kmecová também disse que uma interação lúdica pode rapidamente se transformar em uma situação intermediária ou combativa. É tudo muito dinâmico. “Quando os gatos estão ficando barulhentos e evitando contato físico, fazendo pausas inativas durante as interações, a [situação] pode estar mudando.”

Compartilhe essa matéria via:
Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.