Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Greve primata no capitalismo selvagem

Os macacos recolhiam e trocavam por pedaços do legume. O problema surgiu quando começaram a pagar alguns dos primatas com uma uva ¿ alimento mais cobiçado.

Por Da Redação Atualizado em 31 out 2016, 18h46 - Publicado em 31 dez 2003, 22h00

Rodrigo Rezende

Pedaços de pepino voando para fora da jaula. Foi no que deu “pagar” macacos-pregos de forma desigual pelo mesmo “trabalho”. Na pesquisa, para ver se primatas têm senso de justiça, cientistas da Universidade Emory (EUA) jogavam fichas dentro da jaula. Os macacos recolhiam e trocavam por pedaços do legume. O problema surgiu quando começaram a pagar alguns dos primatas com uma uva – alimento mais cobiçado.

Além do arremesso de pepino, ocorreram reações como a recusa a “trabalhar” ou a receber “salário” injusto. “Acredito que isso está relacionado com a história evolutiva comum, o que explica o fato de macacos e humanos partilharem o comportamento”, diz a cientista Sarah Brosnan. Para Eduardo Ottoni, especialista em macaco-prego da USP, a experiência não quer dizer que os primatas tenham “senso de justiça” (sense of fairness). “É mais correto falar em ‘senso de preço justo’. Não se pode achar que o bicho tem algum tipo de pensamento moral.” Isso é porque os cientistas ofereceram uvas. Imagine se fossem bananas…

Publicidade
Ciência
Greve primata no capitalismo selvagem
Os macacos recolhiam e trocavam por pedaços do legume. O problema surgiu quando começaram a pagar alguns dos primatas com uma uva ¿ alimento mais cobiçado.

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Transforme sua curiosidade em conhecimento. Assine a Super e continue lendo

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

App SUPER para celular e tablet, atualizado mensalmente.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)

Impressa + Digital

Plano completo da Super. Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da SUPER, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Receba mensalmente a SUPER impressa mais acesso imediato às edições digitais no App SUPER, para celular e tablet.

a partir de R$ 12,90/mês

Publicidade