Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Hienas poderosas

Por Da Redação Atualizado em 31 out 2016, 18h35 - Publicado em 31 out 2004, 22h00

Mesmo sendo desengonçada, peluda e fedorenta, com maxilares e dentes grandes e a traseira caída, a hiena consegue fazer algo que é o sonho de muitas mulheres lindas, siliconadas e popozudas: dominar os machos. Talvez por ser a fêmea mais dominante do planeta, a Crocuta crocuta (nome científico da espécie) tem o uivo parecido com uma gargalhada.

Em geral, as hienas são animais solitários. Quando vivem em grupos, geralmente formados por três a 15 animais, são as fêmeas que detêm a liderança do bando. Elas demarcam seu território com a urina ou com secreções da glândula anal. Para as hienas, os machos têm função meramente reprodutiva – são elas que brigam por eles. O ritual de acasalamento começa quando o macho exala ligeiros odores de uma substância que, em contato com o ar, transforma-se em chamariz e deixa as fêmeas doidinhas. A relação sexual, na maioria das vezes, resulta em gêmeos, mas há registros de hienas que tiveram três filhos numa única gestação, que dura em torno de 110 dias. Os filhotes pesam em média 1,5 quilo ao nascer.

Excelentes caçadoras, as hienas vivem em savanas e florestas. Velozes, correm a cerca de 65 quilômetros por hora. Mas, em vez de irem à luta, preferem alimentar-se de cadáveres.

Publicidade