GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Joaninha também tem sexualidade

O naturalista Michael Majerus, da Universidade de Cambridge, Inglaterra, queria apenas completar alguns dados a respeito das joaninhas, para completar sua pesquisa sobre seleção sexual. Para isso, em 1984, ele convocou os entomologistas amadores ingleses. O resultado do pedido de ajuda superou em muito as expectativas. Passados onze anos, Majerus tem em mãos um dos mais exaustivos e criativos levantamentos sobre um inseto, resultado do esforço de mais de 30 000 estudantes, curiosos e até crianças. Os pesquisadores estudaram o habitat das 24 principais espécies do gênero Coccinelidae existentes na Inglaterra (no mundo todo, existem mais de 5 200 espécies). E descobriram aspectos no mínimo inesperados, como canibalismo, fratricídio e transmissão de doenças sexuais. Um exemplo do estranho comportamento das joaninhas: o macho pode passar até quatro horas “transando” com uma fêmea morta, antes de perceber que algo não vai bem.