GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Luz sobre a matéria escura

A Via Láctea pode conter Bilhões de plantas gigantes, do tamanho de Júpiter ou maiores, cuja massa representa uma parcela da enigmática matéria escura. Esta constitui perto de 90% da massa do Universo, enquanto tudo o que brilha e se pode ver – incluindo as estrelas e o gás e a poeira interes-telares – englobaria 10% do total. Os planetas gigantes, assim, seriam a primeiras pistas concretas sobre a natureza da matéria escura. A possibilidade de que existia alvoroço os cosmologistas. O anuncio foi feito por duas equipes de americanos e franceses, após a análise de milhões de estrelas em uma única noite, em busca de acréscimos em seu brilho. Tais oscilações indicam que um grande corpo se interpôs entre as estrelas e os observatórios na terra, criando o que se chama de microlente gravitacional. “ Mas é preciso cautela”, diz o chefe da equipe americana, Charles Alcock, do Laboratório Nacional Lawrence Livermore, na Califórnia. Apenas quatro ou cinco microlentes foram observadas, levando à estimativa estatística de que existiam bilhões de planetas, em toda a Galáxia. Assim, estaria resolvida uma das questões mais importantes dos anos 90.