GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Mão humana é mais primitiva que a do chimpanzé

Diferente de nossos primos, a evolução pouco alterou nossas mãos nos últimos milhões de anos

Analisando fósseis que datam de até 25 milhões de anos, um grupo de cientistas da Stony Brook University (Nova York, EUA), fez uma observação que vai incomodar muita gente: o ancestral em comum mais recente entre nós e os chimpanzés tinha mãos mais parecidas com as nossas que com as deles. Em outras palavras, nós temos as mãos primitivas, os chimpanzés, as avançadas.

Os cientistas estudaram fósseis de ancestrais humanos como o Ardipithecus ramidus e Australopithecus sediba – o primeiro viveu há 5,6 milhões de anos, o segundo, há 2 milhões. Também entrou no estudo o Proconsul heseloni, de 25 milhões de anos atrás, um possível ancestral em comum, ainda que não o mais recente, entre todos os hominídeos atuais (nós, gorilas, chimpanzés, bonobos e orangotangos).

Usando métodos simulações complexas, os cientistas previram como a mão do ancestral em comum mais recente pareceria. O resultado foi: bem mais com a nossa que com a dos primos.

Desde o Ardipithecus, as proporções de nossas mãos se mantiveram basicamente as mesmas. Os chimpanzés, porém, desenvolveram mãos alongadas e sem um polegar opositor, adaptadas para viver em árvores. Outro fator que corrobora a teoria é que o gorila, que não sobe em árvores, tem mãos parecidas com as nossas.

O condutor do estudo, o paleoantropólogo Sergio Almecija, acredita que mãos como as nossas evoluíram para coletar alimentos, e só depois encontraram outras funções em fazer ferramentas, tocar piano ou deixar mensagens criacionistas em sites de ciência. Alecija afirma que isso é possível por uma evolução neurológica, não anatômica. “Nossos resultados indicam que as proporções gerais das mãos não mudaram muito – elas foram herdadas do ancestral comum mais recente – que era, nesse sentido, mais parecido com um humano que um chimpanzé”, afirma o cientista.

A mão não é brincadeira. É com ela que construímos tudo o que nos diferencia de outros primatas. Quando tentamos imaginar os ancestrais em comum entre nós e eles, tendemos a pensar que o macaco tataravô era mais parecido com os primos que com a gente. Nós, afinal, somos o “evoluído” da família, que deixou a floresta para dominar o mundo.

Muitos cientistas também pensam assim, e é provável que a pesquisa vá causar polêmica. 

 

Referências:

1) The evolution of human and ape hand proportions, Sergio Almécija, Jeroen B. Smaers e William L. Jungers, Nature, http://www.nature.com/ncomms/2015/150714/ncomms8717/full/ncomms8717.html

2) Humans have more primitive hands than chimpanzees, Michael Balter, Science Magazine, http://news.sciencemag.org/evolution/2015/07/humans-have-more-primitive-hands-chimpanzees