Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Nasceram os primeiros cachorros de proveta

Técnica pode ajudar a remover doenças hereditárias nos animais

Por Fábio Marton Atualizado em 31 out 2016, 19h07 - Publicado em 15 dez 2015, 13h30

Dia 9, cientistas da Cornell University (EUA) anunciaram uma ninhada de sete filhotes concebidos por fertilização in vitro (FIV) – o famoso “bebê de proveta”. E, de quebra, publicaram o que é provavelmente a foto mais adorável a dar sua graça em uma publicação científica.

Pode parecer notícia velha – a técnica já é usada desde os anos 70 em humanos e outras espécies, como os ratos. Mas cachorros tem um ciclo reprodutivo bastante específico, e os cientistas tiveram de usar alguns truques, como deixar o óvulo um dia após ele ser liberado e tratar o esperma com magnésio. “As pessoas vem tentando fazer isso desde que a fertilização in vitro foi inventada”, diz o biólogo reprodutivo Alexander Travis, um dos condutores do estudo. “Ninguém jamais fez qualquer progresso com a FIV num cão. Este é o primeiro sucesso.”

Leia também: 
10 coisas que os donos fazem e os cachorros odeiam
A história das raças de cachorro

Qual é a importância disso? Primeiro, pode ser um caminho para salvar espécies de canídeos ameaçadas de extinção, como o lobo etíope  e – se a gente não se cuidar por aqui – o lobo-guará. E, no que  certamente as pessoas verão um impacto maior, editar genes de cães domésticos para livrá-los de doenças hereditárias.

Como as raças foram criadas cruzando-se repetidamente animais num pequeno grupo com as características desejadas, através de relações incestuosas, vários genes ruins acabaram se tornando comuns nessas raças. Golden retrievers têm tendência a linfoma, dálmatas desenvolvem pedras nos rins e várias raças grandes têm displasia nos quadris. Com a nova tecnologia, isso pode se tornar coisa do passado.

Ah, detalhe imporante: os filhotes estão disponíveis para adoção.

Fonte First “test tube” puppies born, Cornell University.

Leia também:
Cachorros, por que eles viraram gente?

Que raça de cachorro combina mais com você?

 

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Transforme sua curiosidade em conhecimento. Assine a Super e continue lendo

Impressa + Digital

Plano completo da Super! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da SUPER, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Receba mensalmente a SUPER impressa mais acesso imediato às edições digitais no App SUPER, para celular e tablet.

a partir de R$ 19,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da SUPER, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

App SUPER para celular e tablet, atualizado mensalmente.

a partir de R$ 12,90/mês