GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

As nuvens existem desde a origem da Terra?

Difícil: no início, o planeta era quente e seco.

Não. O planeta era tão quente quando surgiu, há 5 bilhões de anos, que tudo o que estava ao redor dele permanecia no estado de vapor. Era impossível ter algo na forma líquida, como as gotículas que constituem as nuvens. As primeiras apareceram por volta de 2 a 3 bilhões de anos atrás e tinham uma composição bem diferente da que conhecemos hoje. Nelas não havia apenas água, pois muitos tipos de gases ainda permaneciam suspensos no ar. “Assim, as primeiras chuvas que lavaram o nosso planeta eram formadas pela mistura de vários elementos químicos”, explica Maria Assunção Faus da Silva Dias, meteorologista da Universidade de São Paulo. E, como as nuvens eram muito carregadas, não tinha chuvisco, caíam sempre tempestades. Essas, aos poucos, foram criando os rios e os oceanos.

Céu de brigadeiro

As nuvens só apareceram 3 bilhões de anos depois da formação do planeta.

Entre 5 e 3 bilhões de anos atrás, a Terra ainda estava muito quente, o que impedia os gases suspensos no ar de se transformar em líquido.

Conforme foi esfriando, entre 3 e 2 bilhões de anos atrás, as primeiras nuvens surgiram. Além de água, tinham metano, amônia, hidrogênio, hélio e gás carbônico. Eram carregadas.

Bem mais leves, as nuvens atuais são compostas de gotículas de água e impurezas encontradas no ar, como poluição e poeira.