GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

O air bag para velhinhos

Colete inflável usa tecnologia do Nintendo Wii para proteger os idosos

Bruno Garattoni

Levar um tombo sempre é ruim, mas para os idosos pode ser fatal: as quedas estão entre as principais causas de morte das pessoas acima de 65 anos, e no Brasil 30% dos velhinhos caem pelo menos uma vez por ano. Mas uma empresa japonesa inventou um equipamento que promete resolver esse problema: o air bag para idosos. Trata-se de um colete cheio de bolsas de ar, que se inflam automaticamente quando a pessoa cai. O colete, que pesa 1,1 quilo e é bastante discreto quando os air bags estão fechados, tem sensores eletrônicos que analisam os movimentos da pessoa e são capazes de detectar quando ela está caindo [veja no infográfico abaixo]. É a mesma tecnologia usada em gadgets sensíveis ao movimento, como o iPhone e o Nintendo Wii. Assim que os sensores detectam a queda, disparam jatos de ar comprimido que inflam os air bags. O produto será vendido no Japão pelo equivalente a US$ 1 000 (www.prop-g.co.jp) e funciona com uma bateria elétrica que dura 3 meses. Ele tem uma versão profissional, para trabalhadores da construção civil, e também pode ser útil para quem gosta de beber até cair. Mas há um porém: como não oferece proteção contra quedas frontais, não ajuda em nada se o usuário (ou o bebum) cair de cara no chão.


Tombo sem riscos

1. Sensores analisam a posição do tórax. Quando ele se inclina para trás, é um sinal de que a pessoa escor regou e está prestes a cair.

2. Em 0,1 segundo, jatos de ar enchem os sacos (air bags), que protegem a cabeça, o pescoço, as costas e os quadris.

3. O impacto no chão é amortecido pelas bolsas de ar – é como se a pessoa caisse sobre um colchão, sem se ferir.