Assine SUPER por R$2,00/semana
Continua após publicidade

O teste que detecta diabetes com luz

A nova luz para os diabéticos é detectar proteínas "açucaradas" chamadas AGEs - entenda

Por Ingrid Luisa
21 dez 2018, 15h40

Cientistas da Universidade de Groningen, na Holanda, desenvolveram um novo método para diagnosticar diabetes no estágio inicial — quando a doença ainda não aparece em testes sanguíneos. O exame consiste em jogar luz fluorescente sobre a pele do braço e analisar a luz refletida. Dessa forma, os médicos obtêm a quantidade de AGEs — proteínas que se ligam à glicose no sangue.

Essa técnica não é nova. O que os holandeses descobriram foi outra coisa: que as AGEs acumulam-se com mais rapidez em quem tem diabetes, mesmo quando os níveis de glicose no sangue ainda estão normais. Ou seja, a detecção das AGEs abre portas para um diagnóstico precoce da doença —  o que sempre ajuda em qualquer tratamento.

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

A ciência está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por SUPER.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.