GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Ovelhas ajudam a colocar ilha remota no Google Street View

Chamado "Sheep View 360", o projeto amarra câmeras 360° nas costas de ovelhas - e deixa elas passearem

As tecnologias costumam demorar para chegar no Brasil, é bem capaz que você já tenha reclamado de alguma coisa que levou um tempo para começar a aparecer em terras tupiniquins (essa é pra você, Pokémon Go), mas tem um pessoal com a certeza de que você está reclamando de barriga cheia. Os moradores das Ilhas Faroe estão brigando para conseguir colocar sua região dentro do Google Street View. Na verdade, eles querem tanto a função que resolveram improvisar: amarraram câmeras em ovelhas e fizeram os animais mapearem a área.

LEIA: Bodes são tão inteligentes – e carinhosos – quanto cachorros, revela estudo

O projeto é chamado de Sheep View 360, e é bem simples: Durita Dahl Andreassen, blogueira do site do Visit Faroe Islands (um braço do governo que visa aumentar o turismo na região), amarrou painéis solares acoplados a uma câmera que filma em 360º nas costas de cinco ovelhas. Os bichinhos saiam para andar pelo território e, a cada um minuto, o equipamento disparava uma foto automaticamente. Quando os animais voltavam para casa, Durita tinha um mapa não-ofical do terreno. As imagens estão sendo postadas aos poucos, mas você já consegue encontrar alguns registros ovinos espalhados pelo Street View do país. Há também alguns vídeos, que mostram as ovelhas passeando por aí.

 

Não vai ser muito difícil encontrar animais para fazer o serviço, na verdade, as ilhas têm mais ovelhas do que gente. São 80 mil bichos contra 49 mil humanos. O próprio nome, Faroe, vem de da palavra fær, que em nórdico antigo significa? Isso mesmo, “ovelha”.

“Aqui nas Ilhas Faroe, a gente tem que fazer as coisas do nosso jeito”, afirmou Durita ao jornal inglês The Guardian. “Sabendo que somos tão pequenos, e o Google tão grande, sentimos que tinhamos que fazer isso”, conclui.

Vídeos explicando todo o processo de captura de imagens estão sendo postos no canal da inciativa no Youtube.