Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Peixes “cantam” em recifes de coral restaurados e surpreendem cientistas

Gravações na Indonésia mostram sucesso de projeto de recuperação ambiental; ouça os sons emitidos pelos animais

Por Luisa Costa Atualizado em 14 dez 2021, 18h18 - Publicado em 14 dez 2021, 18h12

Peixes podem ser mais barulhentos do que você imagina – e recentemente foram flagrados produzindo sons nunca registrados antes. E o que as bizarras canções aquáticas significam? “Recife saudável”.

Eles foram gravados para um estudo liderado por pesquisadores das universidades de Bristol e Exeter, na Inglaterra, que pretendiam analisar a paisagem sonora de recifes de coral da Indonésia em processo de restauração – e compará-los a recifes conservados ou degradados.

A paisagem sonora de um recife é um indicador importante de seu estado ecológico. Os sons produzidos pelos animais dos recifes funcionam como pistas para atrair outros bichos ao ecossistema.

Os sons, que você pode ouvir no vídeo abaixo, são variados. Alguns são semelhantes a grunhidos, outros estalos ou assobios. Por enquanto, muitos são misteriosos para os próprios pesquisadores. 

“Alguns dos sons que gravamos são realmente bizarros. Nós ainda temos muito a aprender sobre o que eles significam e sobre quais animais os produzem”, afirma Steve Simpson, um dos autores do estudo, em comunicado. “Mas, por enquanto, é incrível ser capaz de escutar um ecossistema voltar à vida.”

Continua após a publicidade

O recife estudado, localizado no arquipélago de Spermonde, havia sido devastado pela pesca explosiva. A prática, considerada crime ambiental no Brasil, consiste em atordoar ou matar os animais de uma determinada área usando explosivos. 

O ecossistema está em processo de restauração coordenado pelo Mars Coral Reef Restoration Project, iniciativa ambiental liderada pela Universidade de Exeter, que se dedica a recuperar corais da costa central da Indonésia. O trabalho consiste em instalar estruturas artificiais no fundo do mar que servem como base para o crescimento de corais – organismos que auxiliam na formação da estrutura destes recifes.

O estudo, publicado no periódico especializado Journal of Applied Ecology, analisou cerca de quatro hectares de recifes em recuperação e comparou, com a ajuda de análises computacionais, as paisagens sonoras encontradas com as de áreas ainda degradadas ou conservadas. 

Os pesquisadores perceberam que a paisagem sonora dos recifes restaurados não é igual à de recifes saudáveis, mas a diversidade de sons é semelhante. Já os recifes degradados se mostraram menos diversos – e mais silenciosos.

Para os pesquisadores, são evidências de que o projeto de restauração está funcionando para todas as criaturas do recife, uma vez que o cultivo de corais parece capaz de atrair uma grande variedade de animais e trazer as canções aquáticas de volta.

É um ciclo, como explica o pesquisador David Smith: “Quando a paisagem sonora volta dessa maneira, o recife tem uma chance melhor de se tornar autossustentável, porque esses sons atraem mais animais que mantêm e diversificam as populações do recife”.

Apesar das boas notícias, os autores do estudo apontam que projetos de restauração de recifes são apenas parte de uma solução que deve incluir ações que combatam as mudanças climáticas, por exemplo. (Elas são as principais responsáveis pelo declínio dos recifes de coral no mundo, como você pode entender nesta matéria da Super.)

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Transforme sua curiosidade em conhecimento. Assine a Super e continue lendo

Impressa + Digital

Plano completo da Super. Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da SUPER, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Receba mensalmente a SUPER impressa mais acesso imediato às edições digitais no App SUPER, para celular e tablet.

a partir de R$ 12,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

App SUPER para celular e tablet, atualizado mensalmente.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)