GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Pesquisadores contam a coisa mais estranha que já fizeram pela ciência

"Eu fiz uma boneca sexual para drosófilas e pintei ela todinha com feromônios"

Nem toda pesquisa científica é glamurosa. Na verdade, diversos experimentos exigem que os estudiosos por trás da empreitada se submetam a situações cômicas ou até bizarras. Todo pesquisador tem um bom causo científico para contar no almoço com colegas ou na pausa para o cafézinho. Nos últimos dias, essas histórias maravilhosas tomaram o Twitter, quando centenas de cientistas soltaram o verbo e abriram o jogo em uma thread genial: qual foi a coisa mais estranha que você já fez pela ciência?

Quem começou a brincadeira foi Jason Rasgon, da Universidade Estadual da Pensilvânia, que abriu os trabalhos em grande estilo. “Fiz enemas [introdução de solução no ânus] de nicotina em lagartas no meu pós-doc”, postou. O que se seguiu foi uma surpreendente avalanche de tuítes que escancaram o tipo de coisa às vezes degradante, mas sempre muito engraçada, que os pesquisadores fazem em nome da ciência.

Biólogos estão entre os que contaram as melhores histórias. Boa parte delas envolve sexo animal ou então interações inusitadas com alguma parte anatômica de animais (vivos ou mortos). São perfeitas para mostrar que a vida de um cientista nem sempre é entediante como muita gente pensa, e que grandes descobertas às vezes se escondem nos lugares mais improváveis. Confira abaixo alguns dos tuítes mais engraçados.

“Eu fiz uma boneca sexual para drosófilas e pintei ela todinha com feromônios”
Dr. Orchid
@BioShannon

“Aprendi a apalpar galinhas com meu dedo indicador enluvado. Eu posso te dizer há quanto tempo ela ovulou”
Dr. Stephanie Correa
@Profa_Correa

“Uma amiga minha costumava masturbar coelhos para coletar sêmen. Eu amava tirar sarro dela por isso”
Joseph Simko
@Bamfurlough

“Fervi, higienizei e preparei na cozinha de casa cabeças de rato para determinar a melhor forma de preservar e expor seus pequenos crânios”
Kimberly Moynahan
@Kim_Moynahan

“Medi as pélvis de humanos medievais durante meu doutorado e meu colar comprido entalou no canal de nascimento de alguém”
Alison Macintosh
@ali__macintosh

“Assinei um formulário dizendo que não infectaria propositalmente meus colegas com gonorreia”
Estelle Caine
@caine_estelle

“Transportei 500 retos de raposa em decomposição na minha bagagem de mão em um voo da Ryanair”
Charlie Evans
@charlie_sci

“Fiz snorkel na água de refrigeração de uma usina de energia nuclear. No aguardo do desabrochar dos meus superpoderes”
Fernando Mateos-González
@Bioblogo

“Uma vez deixei um rato muito doidão de óxido nitroso e cutuquei a bunda dele várias vezes com um alfinete para demonstrar inalação de anestesia”
Ted Sweeney
@MrFriendlyWalk