Clique e assine a partir de 8,90/mês

Política de Avestruz

Por Da Redação - Atualizado em 31 out 2016, 18h31 - Publicado em 31 out 1987, 22h00

Além de ser feio, desengonçado, grandalhão, não sabe voar e comer qualquer coisa, avestruz pode ser o resultado de uma raridade na natureza e fim uma marcha a ré no processo de evolução das espécies. Pois, a serem verdadeiras as mais recentes teorias, ele descendem de uma ave que era menor, voava a que pertencia a uma família de pequenos dinossauros, e celussauros.

Pelo menos é o que acredita o ornitólogo Peter Houde, do Smithsonian Institute, nos Estados Unidos. Depois de analisar a de 500 milhões de anos dos tipos mais conhecidos de avestruz, ele chegou à conclusão de que o avestruz e outros pássaros não alados pouco ou nada têm em comum com seus ancestrais. Na mudança, o avestruz ganhou em tamanho o que perdeu em aptidão para voar – provavelmente, como política de defesa diante dos predadores mamíferos recém – aparecidos.

Publicidade