Assine SUPER por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Por que, antes de uma tempestade, surgem clarões nos mastros dos navios?

Por Da Redação Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 31 out 2016, 18h48 - Publicado em 31 out 2000, 22h00

(Eurilano Albuquerque Barbosa, via Internet)

É o chamado fogo-de-santelmo, “uma das mais interessantes manifestações da eletricidade na atmosfera”, segundo o físico Claudio Furukawa, da Universidade de São Paulo, USP. Esse belo clarão de luz azulada forma-se por um instante, um pouco antes de fortes tempestades, não só em mastros de navios e torres, como em qualquer objeto pontiagudo – incluindo pára-raios, nariz de aviões e até nos chifres de um boi. “Esse formato aumenta a densidade das cargas elétricas. É o que chamamos de efeito de ponta”, afirma Claudio.

A raiz do fenômeno está na agitação das moléculas de oxigênio e nitrogênio no ar. Elas pulam de uma camada energética para outra, emitindo luz ao retornarem. Mas, para isso acontecer, é necessário que o ar esteja sem a umidade que descarrega energia. Com a atmosfera seca, acumula-se um excesso de eletricidade – o que provoca uma descarga bem mais forte e, com ela, o brilho fantasmagórico batizado de fogo-de-santelmo.

O nome “santelmo” é uma corruptela de Santo Ermo, abreviação de Santo Erasmo, tradicional padroeiro dos marinheiros do Mediterrâneo. Para eles, essa iluminação súbita na ponta dos mastros das embarcações era um sinal da presença do seu santo protetor.

Continua após a publicidade

Fogo no céu

Intensa eletricidade atmosférica, ar seco e objetos pontiagudos são os pré-requisitos para a aparição do fogo-de-santelmo

1. As nuvens que antecipam a tempestade, de carga elétrica positiva, fazem com que cargas elétricas negativas se acumulem naturalmente na ponta do mastro do navio

2. Quando o excesso de eletricidade de carga negativa é descarregado na atmosfera, forma-se um clarão de luz azulada

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

A ciência está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por SUPER.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.