GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Supercurtas

Para um camarão de água doce, basta nadar sem parar para perceber se há alguma truta voraz por perto e se esquivar a tempo. Pesquisadores da Universidade de Lund, na Suécia, descobriram que, à medida que se move, o pequeno animal cria minicorrentes que trazem até ele o “cheiro” do peixe, ou seja, os compostos químicos que acusam a presença do inimigo.