Clique e assine a partir de 8,90/mês

Um peregrino a jato

O impacto das garras é tão forte que a morte costuma ser instantânea. Quando não estão caçando, os peregrinos também são rápidos. Sua velocidade de cruzeiro é de cerca de 100 quilômetros por hora.

Por Da Redação - Atualizado em 31 out 2016, 18h34 - Publicado em 28 fev 2002, 22h00

Com um capacete de penas negras na cabeça e o que parece ser um bigode de penugem escura acima do bico, o falcão peregrino (Falco peregrinus) lembra um desses valentões de jaqueta de couro e moto Harley Davidson. Se resolvessem tirar um racha com um gavião desses, porém, os motoqueiros ficariam bem para trás. A mais rápida de todas as aves atinge picos de até 350 quilômetros por hora quando despenca sobre uma de suas presas, em geral aves menores como pombos e pardais. O impacto das garras é tão forte que a morte costuma ser instantânea. Quando não estão caçando, os peregrinos também são rápidos. Sua velocidade de cruzeiro é de cerca de 100 quilômetros por hora. Inteligentes e fáceis de domesticar, essas aves são apreciadas pelos praticantes de falconaria, uma arte cultivada na Europa desde a Idade Média.

• Segundo o Guinness, a maior altitude já alcançada por uma ave é de 11 300 metros. O recorde pertence a um urubu, atingido por um avião comercial em 1973.

• A ave terrestre mais rápida é o avestruz, que atinge 72 quilômetros por hora.

Publicidade