GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Urso panda vai voar 16 horas de avião para ir dos EUA à China

Fêmea Bao Bao, de 3 anos, será enviada hoje; saiba por que e veja como será o voo

Bao Bao nasceu no zoológico de Washington, mas os pais dela vieram da China – país que tem o hábito de presentear outras nações com ursos panda. O programa é usado como ferramenta diplomática pelo governo chinês, que impõe uma condição: ao completar 4 anos de idade, ursos nascidos fora do país devem ser enviados de volta à China, para que possam cruzar e gerar descendentes, garantindo a conservação da espécie.

Chegou a hora de Bao Bao, e hoje ela será embarcada num voo cargueiro da FedEx de Washington para a cidade de Chengdu, no sudoeste da China. A viagem não será cobrada pela empresa, que já transportou Tai Shan, o irmão mais velho de Bao Bao, dos EUA para a China em 2010.

Bao Bao, que pesa 85 quilos, irá voar dentro de uma caixa especialmente projetada, com a qual foi sendo acostumada, no zoológico, durante os últimos meses. Segundo os tratadores do zoológico, a ursa gosta da caixa, pois ganha comida quando entra nela.

A panda será acompanhada na viagem por um veterinário e um tratador, e o serviço de bordo oferecido a ela terá 25 quilos de bambu, dois sacos de biscoitos, 900 gramas de maçã, 1 quilo de batata doce cozida e 38 litros de água. A ursa também terá acesso a brinquedos. O voo será direto, sem escalas, e deverá levar 16 horas.

LEIA TAMBÉM: A diplomacia dos pandas