GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Viagem ao fundo do Planeta

Alemães orientais pretendem fazer uma longa viagem no tempo com um projeto para a abertura de um buraco de 10 quilômetros de profundidade.

A melhor forma de conhecer o passado geológico da terra é cavar o mais fundo possível e estudar o que for desenterrado. E é assim que os alemães-ocidentais pretendem fazer uma longa viagem no tempo com um projeto recentemente aprovado para a abertura de um buraco de 10 quilômetros de profundidade. Eles
começam a cavar numa localidade da Baviera, no sul do país, em agosto de 1990, e esperam concluir um trabalho em 1994. A decisão a favor do grande buraco foi tomada a partir do sucesso obtido com um projeto piloto de 4001 metros de fundo.

O objetivo inicial era descer a 14 quilômetros, mas, ao topar com uma inesperada temperatura de 118 graus a 3,5 quilômetros, os cientistas calcularam que o calor alcançaria os 300 graus – limite de tolerância do equipamento usado – quando se tentasse atingir os 10 quilômetros de profundidade. O poço piloto, contudo, já deu um vislumbre do que se pode vir a descobrir: aos 3,4 quilômetros, a broca encontrou fissuras recheadas de muito sal grosso, remanescentes ao que tudo indica dos oceanos primordiais.