Clique e Assine SUPER por R$ 9,90/mês
Imagem Blog

Ciência Maluca

Por redação Super Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Este blog não é mais atualizado. Mas fique à vontade para ler o conteúdo.
Continua após publicidade

5 dicas científicas para você ser feliz no amor

Por Carol Castro
Atualizado em 12 jun 2017, 19h08 - Publicado em 12 jun 2013, 12h11

Porque é tempo de pensar em amor. Mesmo que por imposição – afinal, por quantas esquinas você passou na segunda sem ver qualquer propaganda sobre o Dia dos Namorados? Então pra pensar nele sem rancor, a ciência deixa cinco dicas para você ser feliz no amor.

Durma bem
O sono é fundamental. Numa pesquisa americana, 60 casais tiveram de listar diariamente, durante alguns dias, 5 atitudes legais do parceiro. E também contavam quanto tempo dormiam em cada noite. Numa segunda parte do experimento, eles resolviam juntos alguns desafios de lógica. Quanto mais eles dormiam, mais valorizavam os pontos positivos do parceiro. É que o sono acaba deixando a gente egoísta e sem tempo e paciência para prestar atenção nos carinhos do companheiro.

Seja feminista
Pois é, ter a cabeça aberta faz bem para o relacionamento. Pesquisadores americanos perguntaram a mais de 500 pessoas que namoravam há mais de quatro anos se concordavam com algumas ideias machistas (do tipo “mulheres não deveriam se preocupar com emprego”) e quão felizes estavam com a vida sexual. E os feministas eram de longe os mais felizes: o sexo era melhor e os relacionamentos mais estáveis. Os cientistas ainda não sabem explicar o motivo, mas desconfiam que homens feministas entendam e apoiam mais suas namoradas.

Não veja comédias românticas
Tudo dá certo nos romances do cinema – um mundo todo romântico, cheio de surpresas e declarações de amor. Mas esperar que o mesmo aconteça na vida real é pedir para se dar mal. Foi o que mostrou uma pesquisa americana em que 392 voluntários preencheram um questionário sobre felicidade no relacionamento e sobre comédias românticas, novelas e seriados (quanto acreditavam em frases como “a televisão mostra os relacionamentos como eles realmente são” ou “a tevê me ajuda a entender o que eu posso esperar dos meus relacionamentos”). Quanto mais levavam a sério os romances de mentira, menos satisfeitos estavam com os amores da vida real.

Continua após a publicidade

Beba com seu amor
Sim, aproveite para brindar hoje, de preferência com um bom vinho. Pesquisadores americanos avaliaram o comportamento de 69 casais heterossexuais jovens, de uns 20 anos. E eles eram mais felizes quando bebiam juntos – mas não muito, de um a três drinks. Mas que isso a coisa ficava meio perigosa.

Engordem
Dizem que esposas magras são o segredo de casamento feliz. Mas isso não parece assim tão verdadeiro. Outra pesquisa acompanhou 169 casais recém-casados durante quatro anos. A cada seis meses eles perguntavam sobre felicidade e bem-estar e pesavam os pombinhos. Cada vez que se diziam felizes, os casais apareciam mais gordinhos – em média, o índice de massa corporal deles aumentava 0.12 a cada seis meses. Portanto, coma sem medo o jantar delícia naquele date.

 

Crédito da foto: flickr.com/nathanoliverphotography

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.