Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
Fundo vermelho liso. Ciência Maluca Por redação Super Este blog não é mais atualizado. Mas fique à vontade para ler o conteúdo.

Estresse faz o tempo passar mais devagar

Por Carol Castro Atualizado em 21 dez 2016, 10h09 - Publicado em 6 nov 2012, 16h42

A noite de sexta-feira sempre demora uma eternidade para chegar. Mas sábado e domingo passam voando. Isso não é mais papo de bar, é fato comprovado pela ciência. E a culpa é do seu estado emocional.

A comprovação veio com a ajuda de dois macacos, treinados por pesquisadores da Universidade de Minnesota, nos Estados Unidos. Durante três meses, os animais aprenderam a mover os olhos de um ponto a outro numa velocidade que deveria durar um segundo. Não havia nenhuma pista externa para ajudá-los a medir o tempo. E nem sempre eles conseguiam ser exatos nos cálculos: em média, levavam de 0,0973 segundo até 1,003 segundo para mover os olhos.

Enquanto os macacos faziam os exercícios, os cientistas mediam, com a ajuda de eletrodos, a atividade cerebral de 100 neurônios – associados ao movimento dos olhos. De um movimento ao outro, as atividades desses neurônios diminuem um pouco. E essa queda é responsável pela noção de tempo dos macacos. Se, durante o teste, houver uma rápida diminuição dessas atividades, os macacos vão subestimar a duração de um segundo – ele parece menor, aí demoram mais tempo para mexer os olhos de um ponto ao outro. Mas se essa região cerebral demorar um pouco mais para diminuir o ritmo, o tempo vai parecer mais longo – aí eles vão levar mais de um segundo para concluir a tarefa.

Eles viam o tempo de forma diferente por causa do estresse. Segundo a pesquisa, substâncias como a adrenalina podem comprometer o ritmo das atividades cerebrais. “No nosso modelo, uma mudança na taxa de queda é tudo o que você precisa para sentir diferença na percepção de tempo”, explica Geoffrey Ghose, envolvido com o estudo.

Viu, não é à toa que o tempo voa nos dias de folga e parece andar em câmera lenta durante o expediente.

(Via New Scientist)

Crédito da foto: flickr.com/85449525@N08

Leia também:
Cuidado! Passar muito tempo sentado pode encurtar sua vida
Cachorros podem diminuir o estresse no trabalho
Mentir faz mal para a sua saúde

Continua após a publicidade

Publicidade
Estresse faz o tempo passar mais devagar
A noite de sexta-feira sempre demora uma eternidade para chegar. Mas sábado e domingo passam voando. Isso não é mais papo de bar, é fato comprovado pela ciência. E a culpa é do seu estado emocional. A comprovação veio com a ajuda de dois macacos, treinados por pesquisadores da Universidade de Minnesota, nos Estados Unidos. […]

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Transforme sua curiosidade em conhecimento. Assine a Super e continue lendo

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

App SUPER para celular e tablet, atualizado mensalmente.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)

Impressa + Digital

Plano completo da Super. Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da SUPER, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Receba mensalmente a SUPER impressa mais acesso imediato às edições digitais no App SUPER, para celular e tablet.

a partir de R$ 12,90/mês

Publicidade