Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Os 7 piratas mais terríveis dos mares

Por Matheus Bianezzi Atualizado em 4 jul 2018, 20h36 - Publicado em 5 ago 2015, 20h13

Eles eram assustadores. Com seus cabelos desgrenhados, barbas e espadas enormes, viviam aterrorizando os mares em busca de novos navios para saquear. Na lista a seguir, mostramos os piratas mais terríveis que já passaram pelos mares de todo o mundo:

7. Sir Francis Drake
O cavaleiro condecorado pela Rainha Elizabeth I foi o terror dos espanhóis. O corsário (algo como um pirata autorizado a pilhar navios de outros países) foi tão odiado nos mares que o rei da Espanha chegou a oferecer uma recompensa enorme por sua cabeça, aproximadamente uma quantia de 20 mil ducados (algo em torno de 6 milhões de dólares nos dias de hoje). El Draque, como também era conhecido, ajudou a destruir a “Invencível” Armada Espanhola e abastecer os tesouros da Coroa Britânica.

francis drake
(Fonte: Biography)

6. Captain Kidd
Willian Kidd também foi um corsário inglês, porém ele passou um pouquinho dos limites. Contratado para saquear navios franceses (na época, a França estava em guerra com a Inglaterra) Kidd começou a pilhar e destruir navios que não estavam em seu acordo com a marinha britânica. Por isso não demorou muito até ser preso. Foi julgado e morto pelo governo, mas, reza a lenda que o capitão escondeu diversos tesouros por ai. Ainda existem alguns fanáticos procurando.

William Kidd
(Fonte: Biography)

5. Anne Bonny
A irlandesa, que se mudou ainda criança para o Caribe, não necessitava de dinheiro algum. Seu pai era um homem rico, mas Anne decidiu se casar com um marinheiro pobre, chamado James Bonny. Decepcionada pela falta de coragem e vida morna que o marido lhe estava proporcionando, Anne foi à busca de homens mais interessantes em Nassau, onde conheceu o pirata Calico Jack. Não muito tempo depois, já fazia parte de sua tripulação. Em 1720, o navio em que navegava foi atacado pelos ingleses. Junto de poucos marujos, Anne Bonny lutou até o fim, diferente da maioria dos homens, todos bêbados, que se renderam, assim como Calico Jack. Quando foi presa, alegou que estava grávida e sua condenação foi adiada. Acabou sendo perdoada e conseguiu viver até os 93 anos. Sua última frase para o capitão ficou marcada na história e ainda é repetida por muitos historiadores: “Se você tivesse lutado como um homem, não teria que morrer feito um cão”.

Anny Bonny
(Fonte: Lisa Roberts Rox)

4. Calico Jack
John Rackham, mais conhecido como Calico Jack, ficou conhecido nos 7 mares por causa de sua icônica bandeira: uma caveira com duas espadas cruzadas sobre um fundo preto. Além de ser o “inventor” do popular símbolo pirata, é conhecido por ter duas valentes mulheres em sua tripulação – Anne Bonny e Mary Read. Foi capturado por ingleses, sem oferecer resistência alguma, e mais tarde acabou enforcado.

Continua após a publicidade

Calico Jack
(Fonte: Assassin’s Creed Wiki)

3. Black Bart
Já ouviu falar nos 11 artigos do código pirata? Pois é, foi Bartholomew Roberts, carinhosamente chamado de Black Bart, que criou o famoso documento. Chegou a capturar 450 navios por toda a costa atlântica do continente americano, mas morreu, de forma surpreendente, em 1722, durante um combate com os ingleses. Ninguém esperava isso, nem os próprios britânicos, já que Black Bart era considerado imortal e invencível.

Black Bart
(Fonte: Errantes Del Mar)

2. Ching Shih
A pirata chinesa foi certamente a mais bem sucedida do sexo feminino. Após a morte do marido, não deu nenhuma chance para a tripulação fazer um motim e escolher um novo capitão. Pelo contrário. Arquitetou um plano e assumiu o posto do falecido, comandando os marujos com um código de conduta rigoroso. Alguns estimam (de forma um pouco exagerada) que ela chegou a controlar 1.500 navios e mais de 80.000 homens, realizando pilhagens em todo o sul da China. Quando finalmente o governo chinês desistiu de tentar derrotá-la, ofereceram-lhe o perdão em troca de paz. Ching Shih aceitou, passando o restante de sua vida gerenciando um cassino.

Ching Shih
(Fonte: The Pirate Story)

1.Barba-Negra
A aparência terrível de um pirata bruto e violento foi imortalizada por Edward Teach, o Barba-Negra. Com sua longa barba escura e espessa, amarrada em tranças, Teach fez barbaridades no mar do Caribe. A bordo do Vingança da Rainha Ana, o implacável pirata criou sua fama, por conta da sua aparência e estilo de luta diferentes. Usava uma espada em cada mão, além de ter várias pistolas e facas penduradas em seu colete. Acabou morto em combate. A lenda diz que foram necessárias 20 espadadas e 5 tiros até o capitão perecer. Talvez esse seja um dos motivos de ser o mais famoso pirata de todos os tempos.

Barba Negra
(Fonte: CS Town)

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Transforme sua curiosidade em conhecimento. Assine a Super e continue lendo

Impressa + Digital

Plano completo da Super! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da SUPER, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Receba mensalmente a SUPER impressa mais acesso imediato às edições digitais no App SUPER, para celular e tablet.

a partir de R$ 19,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da SUPER, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

App SUPER para celular e tablet, atualizado mensalmente.

a partir de R$ 12,90/mês