Assine SUPER por R$2,00/semana
Imagem Blog

Oráculo Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por aquele cara de Delfos
Ser supremo detentor de toda a sabedoria. Envie sua pergunta pelo inbox do Instagram ou para o e-mail maria.costa@abril.com.br.
Continua após publicidade

As pessoas usavam o penico no quarto ou existia um banheiro?

Não é à toa que penico, em inglês, se chama chamber pot – ou “vaso do quarto”.

Por Maria Clara Rossini
25 jan 2024, 10h00

Lá ou onde quer que estivessem, já que não havia o cômodo banheiro. Tanto que “penico”, em inglês, é chamber pot – ou “vaso do quarto”, na tradução literal. Era uma bacia geralmente guardada debaixo da cama, caso a pessoa quisesse se aliviar à noite.

No dia seguinte, ela era esvaziada no mato, em uma fossa… ou janela afora – loo, gíria britânica para “privada”, provavelmente vem da expressão em francês garde à l’eau! (“cuidado com a água!”), que diziam ao atirar o conteúdo de um penico na rua.

A maneira de fazer as necessidades varia com a cultura, época e classe social, mas é fato que deixar os excrementos no mesmo local em que você dorme nunca foi uma boa ideia.

Durante o dia, o mais comum é que as pessoas fizessem suas necessidades fora do quarto – mas não necessariamente em um banheiro da maneira como conhecemos hoje. 

Os cidadãos da Roma antiga, por exemplo, frequentavam latrinas públicas: espaços repletos de assentos com buracos, destinados a fazer o número um e dois.

Continua após a publicidade

Os castelos europeus do século 11 começaram a incluir cômodos específicos para o alívio – que tinham basicamente buracos que davam para fossas ou o lado de fora do edifício.

Na Europa do século 18, os nobres faziam suas necessidades em cadeiras higiênicas, superpenicos que depois tinham que ser esvaziadas pelos servos. 

Até o século 19, as casas não costumavam ter banheiros do lado de dentro. Era um luxo da nobreza e classes mais altas, que só depois se espalhou para as mais baixas.

Continua após a publicidade

Entre os trabalhadores, o mais comum era se aliviar em uma outhouse – uma casinha externa, tipo a do Shrek – ou em banheiros comunitários. Os penicos também eram uma opção, caso a pessoa quisesse usá-lo na privacidade do quarto.

Na Inglaterra, os banheiros internos só se tornaram comuns entre o final do século 19 e início do 20. Isso só veio com o maior acesso à água encanada e saneamento básico. Após a Primeira e Segunda Guerras, o banheiro ficou mais semelhante ao que conhecemos hoje.

Compartilhe essa matéria via:

Pergunta de @jukagoulart, via Instagram

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

A ciência está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por SUPER.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.