Assine SUPER por R$2,00/semana
Imagem Blog

Oráculo

Por aquele cara de Delfos
Ser supremo detentor de toda a sabedoria. Envie sua pergunta pelo inbox do Instagram ou para o e-mail maria.costa@abril.com.br.
Continua após publicidade

É possível morrer de tesão?

Causa Mortis: Tesão?

Por Oráculo
Atualizado em 13 set 2018, 11h53 - Publicado em 24 ago 2018, 18h37

É possível, mas é raro.

Não tem nada a ver, aliás, com tesão reprimido. O perigo está nas alterações fisiológicas durante o ato sexual.

O coração pode duplicar o número de batidas por minuto, para suprir o corpo com mais energia, que se espalha para o corpo estocada no oxigênio do sangue. A pressão arterial sobe no corpo inteiro (em umas regiões mais do que outras 😉 ) e o pulmão também faz hora extra.

Com o aumento da pressão arterial e das frequências cardíaca e respiratória, quem já não tem o sistema circulatório muito saudável pode sofrer. Existe o risco de agravamento de doenças cardíacas, por exemplo. Isso vale, aliás, para homens e mulheres – independente de quem você é ou com quem você transa.

Continua após a publicidade

Felizmente, os níveis de mortalidade sexual são baixos. As chances de morrer assim são de apenas 2% – menores do que bater as botas durante uma caminhada, por exemplo.

Se sexo fosse muito mortal, seria bem mais difícil dar continuidade à espécie. Por outro lado, ler obituários se tornaria uma experiência muito mais interessante.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.