Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
Oráculo Por aquele cara de Delfos Ser supremo detentor de toda a sabedoria. Envie sua pergunta pelo inbox do Instagram ou para o e-mail maria.costa@abril.com.br.

Existe diferença entre “Ministério da Fazenda” e “Ministério da Economia”?

Não necessariamente. Entenda por quê.

Por Rafael Battaglia 15 jun 2022, 11h30

Um presidente pode nomear o ministério que cuida do dinheiro da forma que bem entender. Nos EUA, o órgão equivalente se chama “Ministério do Tesouro” (Treasury Department). Em Portugal, “das Finanças”.

No Brasil, “Fazenda” predominava até que Collor trocou por Ministério da Economia, juntando as antigas funções de administrar a arrecadação e os gastos da máquina pública com as do Ministério do Planejamento. Itamar, seu sucessor, desmembrou a coisa e voltou com o nome “Fazenda”. 25 anos depois, Bolsonaro seguiu o exemplo de Collor, e ainda incluiu a Indústria e Comércio Exterior, mais boa parte do Ministério do Trabalho. 

Já o nome vem do português arcaico, facienda. Significa “conjunto de bens”, “riqueza”. Motivo pelo qual as fazendas, maiores fontes de riqueza de antigamente, chamam-se “fazendas”.  

Fonte: Robson Gonçalves, economista e professor da Fundação Getúlio Vargas (FGV)

Compartilhe essa matéria via:
Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Transforme sua curiosidade em conhecimento. Assine a Super e continue lendo

Impressa + Digital

Plano completo da Super. Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da SUPER, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Receba mensalmente a SUPER impressa mais acesso imediato às edições digitais no App SUPER, para celular e tablet.

a partir de R$ 12,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

App SUPER para celular e tablet, atualizado mensalmente.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)