Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
Oráculo Por aquele cara de Delfos Ser supremo detentor de toda a sabedoria. Envie sua pergunta pelo inbox do Instagram ou para o e-mail maria.costa@abril.com.br.

Por que a mídia passou a usar “risco de morte” em vez de “risco de vida”?

Por que a mídia passou a usar “risco de morte” em vez de “risco de vida”? Marcus Felipe F. Lisboa, São Vicente, SP “Risco de vida” ficou em risco de morte quando alguns jornais de grande circulação revisaram seus manuais de redação, usados para uniformizar a linguagem da publicação. Especialistas em língua portuguesa envolvidos na […]

Por Oráculo Atualizado em 21 dez 2016, 09h07 - Publicado em 6 jan 2016, 11h15
iStock
iStock


Por que a mídia passou a usar “risco de morte” em vez de “risco de vida”?

Marcus Felipe F. Lisboa, São Vicente, SP

“Risco de vida” ficou em risco de morte quando alguns jornais de grande circulação revisaram seus manuais de redação, usados para uniformizar a linguagem da publicação.

Especialistas em língua portuguesa envolvidos na produção dos manuais passaram a indicar o uso de “risco de morte” como mais adequado, entendendo que se o risco é de morrer, não pode ser “de vida”.

Por outro lado, a expressão mais comum na literatura sempre foi “risco de vida”, significando “risco de perder a vida”. Ou seja, as duas formas estão corretas e significam a mesma coisa.

Fonte: Ari Riboldi, especialista em expressões populares.

Post anterior: Reclamar do emprego nas redes sociais é motivo para demissão por justa causa?

Continua após a publicidade

Publicidade
Por que a mídia passou a usar “risco de morte” em vez de “risco de vida”?
Por que a mídia passou a usar “risco de morte” em vez de “risco de vida”? Marcus Felipe F. Lisboa, São Vicente, SP “Risco de vida” ficou em risco de morte quando alguns jornais de grande circulação revisaram seus manuais de redação, usados para uniformizar a linguagem da publicação. Especialistas em língua portuguesa envolvidos na […]

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Transforme sua curiosidade em conhecimento. Assine a Super e continue lendo

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

App SUPER para celular e tablet, atualizado mensalmente.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)

Impressa + Digital

Plano completo da Super. Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da SUPER, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Receba mensalmente a SUPER impressa mais acesso imediato às edições digitais no App SUPER, para celular e tablet.

a partir de R$ 12,90/mês

Publicidade