Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
Oráculo Por aquele cara de Delfos Ser supremo detentor de toda a sabedoria. Envie sua pergunta pelo inbox do Instagram ou para o e-mail maria.costa@abril.com.br.

Por que os carros de antigamente resistiam mais a uma batida de trânsito?

As novas tecnologias de estrutura dos veículos são pensadas para deixar as pessoas inteiras, não os automóveis.

Por Alexandre Carvalho 19 Maio 2022, 19h07

Parece contraintuitivo, mas o fato de os carros de hoje saírem muito mais amassados de uma colisão com um poste ou outro automóvel é algo bom – sinal de evolução das tecnologias de segurança veicular, que priorizam a integridade de pessoas, não a de carros.

Os veículos agora são construídos para absorver a energia de um impacto e impedir que ela seja transferida para o motorista e os passageiros (claro, se você bater a 200 km/h, não vai adiantar).

Um bom exemplo é o capô. Essa peça antigamente era tão rígida que, numa batida, muitas vezes era arremessada inteira, como uma guilhotina, para dentro do do automóvel, decapitando as pessoas. Hoje, ele tem zonas de deformação programada.

Ou seja, é feito para virar uma sanfona mesmo numa colisão mais forte, segurando o tranco e ajudando a minimizar os riscos a quem realmente importa.  

Fonte: Centro de Experimentação e Segurança Viária (Cesvi)

Pergunta de Antonio Carlos de Moraes, Saquarema, RJ

Compartilhe essa matéria via:
Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Transforme sua curiosidade em conhecimento. Assine a Super e continue lendo

Impressa + Digital

Plano completo da Super. Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da SUPER, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Receba mensalmente a SUPER impressa mais acesso imediato às edições digitais no App SUPER, para celular e tablet.

a partir de R$ 12,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

App SUPER para celular e tablet, atualizado mensalmente.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)