Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Urna biodegradável: a transformação dos cemitérios em florestas

Por Suzana Camargo Atualizado em 21 dez 2016, 10h24 - Publicado em 28 ago 2014, 17h49

urna-biodegradavel-blog-super

Para muitos, este é um tema difícil. Mas certamente, a maneira mais natural de lidar com a morte é através da vida. Algumas mães (assim como a autora deste texto) costumam fazer uma analogia com as plantas, ao falar do assunto com os filhos.

As árvores germinam das sementes, crescem e um dia morrem. Exatamente como os seres humanos. Nascemos, crescemos e em um algum momento, vamos partir. Simples assim.

E que tal se ao morrermos nos transformarmos em uma árvore? A ideia é da empresa espanhola Bios Urn. Ela criou uma urna biodegradável, que pode ser plantada em qualquer lugar e dar origem a uma nova vida.

A urna tem dois compartimentos diferentes. O inferior é onde serão depositadas as cinzas do corpo após a cremação. No superior, ficam as sementes que irão germinar. A partir do momento que a urna começa a se decompor, as raízes das sementes estarão fortes o suficiente para romper a parte inferior. Com o processo de biodegradação, toda a estrutura se mistura ao solo. É possível escolher qual tipo de semente brotará dela.

urna-biodegradavel-crescimento-blog-redacao

Gerard e Roger Moliné, idealizadores da Bios Urn, são fundadores do Estudiomoline, um estúdio de design em Barcelona. Eles acreditam que design e natureza podem mudar o mundo. A urna biodegradável seria uma maneira inteligente, sustentável e ecologicamente correta de lidar com o que, segundo eles, é um dos momentos mais importantes da nossa existência: ao transformar a morte em vida e num retorno à natureza.

Leia também:
Florestas plantadas ajudam a reduzir CO2 na atmosfera
Árvores: verdadeiras fábricas de saúde
Qual a forma mais ecológica de morrer?
Árvores em montanhas podem estabilizar o
 clima

Imagens: divulgação

Continua após a publicidade

Publicidade
Urna biodegradável: a transformação dos cemitérios em florestas
Para muitos, este é um tema difícil. Mas certamente, a maneira mais natural de lidar com a morte é através da vida. Algumas mães (assim como a autora deste texto) costumam fazer uma analogia com as plantas, ao falar do assunto com os filhos. As árvores germinam das sementes, crescem e um dia morrem. Exatamente como os seres humanos. Nascemos, […]

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Transforme sua curiosidade em conhecimento. Assine a Super e continue lendo

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

App SUPER para celular e tablet, atualizado mensalmente.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)

Impressa + Digital

Plano completo da Super. Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da SUPER, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Receba mensalmente a SUPER impressa mais acesso imediato às edições digitais no App SUPER, para celular e tablet.

a partir de R$ 12,90/mês

Publicidade