Clique e Assine SUPER por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

As 20 melhores músicas para acordar (e o que temos a dizer sobre elas)

Por Raquel Sodré
Atualizado em 5 jul 2017, 18h27 - Publicado em 11 nov 2015, 14h09

r

Sei lá vocês, mas, pra mim, a hora de acordar é uma dor diária pela qual eu preciso passar. Dá trabalho procurar por um toque de despertador que não seja agressivo demais (caso em que eu acordarei assustada e, consequentemente, insuportavelmente mal-humorada), mas que ao mesmo tempo me acorde. Se você é como eu, trago boas notícias.

O Spotify e um pesquisador de música da Universidade de Cambridge elaboraram a lista definitiva das melhores músicas para acordar. De acordo com o pesquisador David M. Greenberg, que é psicólogo, há três pontos chave que transformam uma música em um bom toque de despertador. O primeiro deles é a melodia ir crescendo gradualmente (em vez de já começar com uma bateria destruidora, ou um riff de guitarra, por exemplo). Depois, a canção precisa ter uma letra bacana, que te motive a começar o dia. E, por fim, ter uma batida vigorosa, que fique entre 100 e 130 bpm. Com essas informações em mãos, o Spotify elaborou uma lista com músicas que preenchem esses requisitos. A SUPERLISTA de hoje te apresenta essas músicas e a minha avaliação sobre cada uma. Vem ver se você concorda:

20. Hit The Quan (iLoveMemphis)

Não à toa ficou em 20º lugar. Pensa em um soneca com esse beat? Dá até náusea.

19. Warm Blood (Carly Rae Jepsen)

Continua após a publicidade

Acho que tem mais cara de música de academia do que de acordar. Mas quem curte a vibe de academia pode curtir já acordar no ritmo da malhação.

18. Reflections (MisterWives)

Essa falha no segundo requisito, porque uma música sobre um não relacionamento em que as duas pessoas estão presas na agonia da indefinição não é exatamente uma boa motivação para sair da cama. Em termos de batida, se você não acordar nos primeiros 46 segundos, o primeiro “Put me on the shelf; discipline myself” irá te tirar da cama.

17. On Top of the World (Imagine Dragons)

Acho as palmas do início a tradução musical de “good vibes only” (“só boas vibrações”).

Continua após a publicidade

16. Walking on Sunshine (Katrina & The Waves)

Essa já começa com os dois pés na porta do seu sono com a batida da caixa da bateria. Mas é um clássico dos anos 1980, então como não acordar de bom humor ouvindo “Walking on Sunshine”?

15. Rather Be (Clean Bandit)

Essa também me remete muito a academia. Mas acordar com barulhinho de água e violino tem seu valor. E o nível de animação sobe contagiantemente no refrão, o que pode garantir o bom humor do dia. Para quem preferir, ainda tem a versão lounge da (fofa) Jasmine Thompson.

14. Feel Right (Mark Ronson)

Continua após a publicidade

Gente. “Eu acordaria já dando um soco pro lado” foi a opinião do meu roomie, que eu assino embaixo. Cabô bom humor da semana se eu acordar com essa música.

13. Ain’t Nobody (Loves Me Better) (Felix Jaehn)

Xilofone voz da Jasmine Thompson. Podemos abrir os trabalhos do dia.

12. Come and Get It (John Newman)

Assovios. Não dá pra começar mais suave que isso. Mas aí, se o seu sono for terrorista, a bateria entra pra não deixar dúvidas de que você vai acordar mesmo. Além disso, o refrão “Come and get it you really want it” (“Vem pegar se você quer mesmo”) é um ótimo incentivo pra matar seu leão do dia.

Continua após a publicidade

11. I Can’t Help It (Esperanza Spalding)

Acordar com som de passarinhos já é um privilégio. Depois vem um sax mara, e a voz doce da Esperanza pra te dar o melhor “bom dia”. Melhor que isso, só se ela viesse te acordar pessoalmente.

10. Money On My Mind (Sam Smith)

Devo dizer que Sam Smith não é dos meus artistas preferidos, mas “Money On My Mind” obedece aos critérios para música-despertador e até poderia ser usada aqui em casa (desde que eu acorde antes do refrão, porque esse falsete, logo de manhã, pode ser irritante).

9. Love Myself (Hailee Steinfeld)

Continua após a publicidade

“Hey!” Chamado mais direto que esse para acordar, só o dia que inventarem o despertador que, além de fazer barulho, também te sacode.

8. Wake Up (Arcade Fire)

A guitarra do primeiro acorde não é o instrumento mais delicado pra acordar ninguém, mas essa música tem uma vibe tão boa que supera o possível mal-humor.

7. Confident (Demi Lovato)

É um bom jeito de se sentir grandioso ao acordar. E isso pode te valer o dia.

6. Can’t Sleep Love (Pentatonix)

Uma música que fala sobre insônia de amor talvez não seja a melhor opção para acordar. Mas a melodia é bem gostosa, e os estalidos de dedo no início são bem agradáveis.

5. Wake Me Up (Avicii)

Não dá pra ser mais literal que “Wake Me Up”. A letra é bem motivadora, e a melodia é delícia.

4. Lovely Day (Bill Withers)

Clássico da black music, letra linda e melodia com levada maxi gostosa. Só pode mesmo resultar em um “lovely day”.

3. Downtown (Macklemore & Ryan Lewis)

Acordar com esse piano e com esse set de metais pode ter consequências animadoras sobre o seu dia. E a letra fala sobre um cara fazendo um bom negócio “downtown”, o que pode te inspirar para o restante do seu dia.

2. Elevate (St. Lucia)

Crescendo na melodia: check. Letra animadora: check. Beat: check. Temos uma candidata perfeita.

1. Viva La Vida (Coldplay)

Esta seria a música perfeita. Tem uma melodia que vai crescendo, tem a letra motivadora, tem a batida certa. Mas tenho certeza de que você vai se sentir no BBB se colocar essa música como despertador. Sei lá vocês, mas eu odiaria sentir que estou vivendo no “Show de Truman”.

Como empresa gringa, o Spotify só considerou músicas que fazem sucesso lá fora. Mas queremos saber: quais músicas, do nosso repertório brazuca, seriam bons alarmes para acordar de manhã?

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.