Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Destaques de 2010 da SUPER: Os 10 melhores vilões do cinema

Por Redação Super Atualizado em 21 dez 2016, 10h13 - Publicado em 16 dez 2010, 13h02

por Marcelo Hessel, jornalista e editor do Omelete
COLABORAÇÃO PARA A SUPERINTERESSANTE

Os maiores vilões do cinema em 2010 não são necessariamente os mais odiosos – é normal que a gente se sinta atraído por eles ou que role aquela identificação básica – mas alguns são tão teimosos que carregam o mal até no nome.

10 – Gru – Meu Malvado Favorito
Em 2010, as animações acordaram para o fato de o público preferir frequentemente os vilões aos mocinhos, e a Illumination Entertainment teve a sacada de criar um personagem com um dilema curioso: o que acontece com um vilão quando aparece alguém mais malvado?

9 – Freddy Krueger – A Hora do Pesadelo
Com a volta de Jason ao cinema no ano passado, era inevitável que seu principal oponente também retornasse – e no remake deste ano, estrelado por Jackie Earle Haley, Freddy ganha um flashback contando como acabou desfigurado.

8 – Clu – Tron: O Legado
Benjamin Button é um marco entre os protagonistas humanos construídos com computação gráfica, mas Clu é igualmente arrojado. Quando essa versão jovem de Jeff Bridges extravasa em Tron todo o seu ódio genocida, quase parece um ator de verdade.

Continua após a publicidade

7 – Diabo – vários
Satanás se manteve, como sempre, bastante ocupado ao longo das últimas estações. Possuiu pessoas sem discriminar sexo, idade ou biotipo em filmes de títulos auto-explicativos como Demônio e O Último Exorcismo, e até maquiou seus feitos de infecção zumbi em [REC] Possuídos.

6 – Mark Zuckerberg – A Rede Social
O criador do Facebook conectou milhões de pessoas, mas, se você perguntar para a namorada de Mark Zuckerberg no filme de David Fincher o que motivou a ideia por trás da rede social, ela vai dizer: rancor. Um dos grandes vilões do ano é um mal-amado.

5 – Dr. Heiter – Centopeia Humana
Que espécie de mente desviada seria capaz de costurar aparelhos digestivos de várias pessoas para criar um único ente, a tal centopeia de gente? Claro, só um cientista maluco de filme Z, de preferência de ascendência alemã.

4 – Os Sete Ex-Namorados do Mal – Scott Pilgrim Contra o Mundo
Para um filme que homenageia os inofensivos games de oito bits e adapta um mangá dos mais cartunescos, até que Scott Pilgrim tem algumas porradas que parecem doer de fato. Os ex-namorados de Ramona Flowers seriam menos raivosos se ela tivesse terminado com eles com jeitinho?

3 – Steven Segal – Machete
Ele mal aparece no filme de Robert Rodriguez, em meio a tantos personagens brigando por espaço, mas todos os momentos em que o homem da lei e sétimo dan de aikidô Steven Seagal abre a boca para soltar um “puñeta” são absolutamente inestimáveis.

2 – Mal – A Origem
Imagine que você tem o poder de vivenciar qualquer sonho, sem os limites da física, mas a sua esposa prefere morar na réplica da Esplanada dos Ministérios de Oscar Niemeyer. Christopher Nolan deu à francesa Marion Cotillard a chance de interpretar a vilã mais chata de 2010.

1 – O Sistema – Tropa de Elite 2
Capitão Nascimento subjugou traficantes, pôs na conta do Papa, encarou detentos, peitou a PM, domou o morro, fez de tudo por sua família, desafiou governantes, e no fim das contas mal começou a derrotar essa entidade nebulosa conhecida como O Sistema, epicentro de tudo o que há de ruim.

Continua após a publicidade
Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Transforme sua curiosidade em conhecimento. Assine a Super e continue lendo

Impressa + Digital

Plano completo da Super. Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da SUPER, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Receba mensalmente a SUPER impressa mais acesso imediato às edições digitais no App SUPER, para celular e tablet.

a partir de R$ 12,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

App SUPER para celular e tablet, atualizado mensalmente.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)